Delicie-se com as fazendas de árvores frutíferas abertas ao público do Japão

A relação dos japoneses com a natureza é muito forte, é só reparar na decoração dos festivais, nos jardins e nas árvores espalhadas pelas cidades de regiões montanhosas. A natureza pode ser vista e apreciada no país, e em cada estação do ano um espetáculo natural diferente surge.

Na primavera é possível ver a época do florescimento das sakuras e de outras belas árvores, no verão os festivais tomam conta do país junto com as cigarras e os girassois. O inverno propicia as fontes termais e os onsens e o cenário magnífico das encostas montanhosas.

No outono um dos espetáculos fica por conta da mudança da coloração das árvores, e em especial, a época de colheita das árvores frutíferas.

Existem diversos lugares espalhados pelo Japão, com pomares de árvores frutíferas abertos para o público. Geralmente as colheitas se iniciam em julho e terminam em meados de novembro.

Jozankei em Hokkaido

O lugar oferece algumas atividades para famílias, é possível apreciar macieiras, pessegueiras, pereiras, parreiras, morangueiros, cerejeiras, entre outros. É possível colher as frutas com tempo determinado em um plano: “tudo o que puder comer e o que puder levar” de 30 a 60 minutos. O custo varia dependendo da árvore frutífera escolhida.

A fazenda fica perto do centro de Sapporo e ainda disponibiliza atividades de pesca, fazer pizza e oferece locais para descanso com 41 hectares para o deleite dos visitantes.

Katsunuma Grapark em Yamanashi

As uvas de Yamanashi são muito apreciadas no Japão, existem várias fazendas de uvas para visitar por lá. O Katsunuma Grapark é uma delas e oferece visitas para até 200 pessoas, separadas por grupos. Lá o plano é: “tudo o que quiser comer” sem tempo limitado, mas não é possível levar as frutas, ainda aceita animais de estimação no local e possui parreiras cobertas para os dias de chuva.

O local ainda aceita que seus visitantes levem comidas e bebidas para fazer um piquenique com a família apreciando o local das parreiras.

Os preços variam de acordo com o plano escolhido e pela classificação das uvas, são 16 tipos disponíveis. Sem contar com o plano “tudo o que quiser comer”, o custo médio de 100 gramas sai por 100 iens, se quiser levar para casa, dependendo do tipo da uva escolhida.

Yamashiro Taga em Nara


Nara é um grande produtor dos caquis, com dois tipos diferentes. A fazenda Yamashiro Taga disponibiliza a colheita de caquis, uvas e laranjas no plano “tudo o que quiser comer” sem tempo limitado. Mas o seu diferencial e o que atrai os visitantes são os caquis.

Nakagomi em Yamanashi

A fazenda permite colheitas de cerejas, pêssegos, ameixas, nectarinas, uvas, pêras, maçâs e caquis. O plano é o “tudo o que quiser comer”, com tempo limitado de 40 minutos até uma hora para algumas frutas e sem tempo limitado com autorização de levar 2kgs de frutas, dependendo da árvore frutífera escolhida.

Eles ainda oferecem vagas para quem quiser se voluntariar e ajudar na conservação das àrvores frutíferas e do local.

Estes foram apenas alguns locais que oferecem a colheita de frutas, existem muitos espalhados pelo Japão, alguns deles também incluem a colheita de verduras, legumes e raízes.

Não colocamos os preços dos pacotes intencionalmente, pois eles podem variar conforme o tempo, mas em nossa pesquisa encontramos valores entre 800,00 a 3,000 ienes, dependendo dos pacotes escolhidos.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link