Conheça algumas curiosidades sobre os samurais

É muito difícil pensar no Japão e sua cultura e não fazer uma relação com os samurais. Eles já foram abordados em filmes internacionais, estrelados por grandes estrelas Hollywoodianas.

Quem não se lembra do filme “O último Samurai” estrelado por Tom Cruise em 2003? O ator americano se preocupou e passou oito meses fazendo treinamentos e se aprofundando na cultura nipônica. Essa diferença pode ser vista na película.

Desde então, ano após ano uma produção internacional dedica seus roteiros aos guerreiros. Fato é, os samurais ainda despertam interesse entre as pessoas, seja por admiração ou curiosidade, conheça algumas delas.

Curiosidades sobre os samurais

samurai

Com a restauração da era Meiji, eles perderam espaço para a classe mercante.

Na era Edo, apenas os samurais tinham direito a ter um sobrenome.

Os samurais agiam de acordo com o Bushido. Com origem no budismo, ele ensina a lealdade, disciplina, respeito, humildade e conduta ética.

Os samurais integravam cargos altos no xogunato. Faziam parte da classe alta no Japão, eram altamente educados, se dedicando não apenas a arte da espada. Estudavam caligrafia e pintura, e tudo ligado a arte.

Apesar da katana ser a arma mais lembrada, o arco e a flecha eram usados na filosofia Kyuba no Michi.

Eles carregavam três armas, uma espada longa, uma curta e uma adaga.

As espadas (katanas) eram feitas a mão, uma por uma, com significados especiais para cada samurai. Não eram fabricadas à toa, apenas sob encomenda ou dedicadas a um guerreiro.

O wakashudo era comum entre os samurais. O termo se tratava de relações íntimas entre seus guerreiros, que evoluíam para uma forte amizade.

Apesar da palavra hara-kiri ter se popularizado, esse termo é considerado desrespeitoso entre os mais tradicionais. A expressão correta é seppuku.

Inicialmente sua tarefa era coletar impostos, apenas no século X ganharam funções militares.

O seppuku não era feito de maneira simples e rápida, como geralmente é mostrado nos filmes. Primeiro, o samurai se banhava, comia, bebia dois goles de saquê, vestia uma roupa especial e depois escrevia um poema (tanka) sobre a morte e seus últimos pensamentos.

A decapitação era feita de forma extremamente cuidadosa, para que a cabeça não tocasse o chão ou se desprendesse do corpo.

Estas foram apenas algumas curiosidades superficiais sobre os samurais. Sua história está enraizada na cultura japonesa, é preciso muito estudo e tempo dedicado para se aprofundar sobre eles, como tudo no Japão, tudo é bem detalhado e com significados.

Quem se interessar, o livro Gorin No Sho – O Livro Dos Cinco Anéis, do Miyamoto Musashi é uma boa indicação de leitura.

Leia também:

 

samurai

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link