Conheça os estacionamentos subterrâneos de bicicletas do Japão!

Segundo o Ministério de Transportes do Japão, 14% do tráfego em Tóquio pertencem as bicicletas, com o objetivo de manter a organização das ruas e calçadas, a capital japonesa investe em estacionamentos subterrâneos.

Estacionamento de bicicleta no Japão

A partir do nível da rua, a empresa Eco Cycle parece com uma pequena loja com uma porta que aparentemente não leva a lugar nenhum.

Na realidade, essas estações (Eco Cycle) são a porta de acesso ao estacionamento subterrâneo futurista de bicicletas, cada uma possui cerca de 12 metros de profundidade e são o lar de centenas de bicicletas bem organizadas e empilhadas.

bicicletas no Japão

Solução de armazenamento

No Japão 78% da população são donos de uma bicicleta, segundo um estudo de 2014 do Pew Research Center.

“É uma benção e uma maldição”, afirma Chad Feyen da Embaixada Ciclista do Japão, entidade dedicada à promoção do ciclismo e a melhoria da infra estrutura para bicicletas.

Com tantos ciclistas, muitos donos de bikes acabam as deixando em volta das estações de metrô.

A empresa Eco Cycle visa incentivar o ciclismo, bem como o espaço livre nas ruas lotadas de Tokyo.

“No Japão, existem muitas bicicletas estacionadas ilegalmente nos centros das cidades” diz Tsunenobu Nozaki, gerente de projeto e planejamento de contrução da Giken, empresa japonesa que criou o Eco Cycle.

Leia também:

Apenas 8 segundos

Os ciclistas podem guardar ou retirar suas biclitas de um Eco Cycle em apenas 8 segundos.

Os estacionamentos subterrâneos são extremamente eficientes, as protegem da chuva e de roubos (ainda que a criminalidade no Japão seja menos de 1% ao ano), o eixo de resistência sísmica as protege de tremores e terremotos.

ECO Cycle Underground Bicycle Parking, Tokyo

A primeira vez que um ciclista utiliza uma das instalações, um dispositivo de localização inteligente chamado IC Tag deve ser posto em frente a bicicleta, correspondente ao cartão inteligente que é fornecido

Os ciclistas passam seus cartões em um sensor de check-in para ativar o mecanismo de carga, a bicicleta entra por uma pequena e estreita porta, e é levada para o sistema de armazenamento subterrâneo.

O custo do Eco Cycle é de U$25 por mês, enquanto o de um carro pode chegar até U$700,00 em Tóquio.

O sucesso subterrâneo

“Regularmente recebemos consultas de outras cidades” diz Nozaki. “Planejamos licenciar o projeto e a fabricação do Eco Cycle para que fabricantes locais possam projetar e construir em todo o país”.

Entretanto, existe o ceticismo no design do serviço.

“Eu acho que (Eco Cycle) é uma ótima ideia e a tecnologia é fascinante, mas pessoalmente, não me sinto a vontade com a minha bicicleta embaixo da terra”, diz Feyen, “Se houver um terremoto ou uma emergência, quero que minha bicicleta fique perto”.

Estacionamento de bicicletas no Japão

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link