Índice de criminalidade no Japão é tão baixo que policiais enfrentam monotonia

O Japão é um país muito seguro, desde 2015 os índices de criminalidade andam tão baixos que não chegam a 1% ao ano. Os policiais são conhecidos como Omawari-san, acabam sem ter muito o que fazer.

As atividades dos policiais japoneses são acionados em sua maioria para ações rotineiras, como investigar pequenos casos, ajudando os civis e combatendo pequenos usuários de drogas.

Em sua maioria os pequenos delitos são feitos 20% por pessoas com mais de 65 anos, devido ao envelhecimento de sua população.

A baixa criminalidade é comemorada e o governo afirma que as taxas são baixas graças a sua lei rígida do porte de armas de fogo.

Porte e vendas de armas é muito rígido

Arma de fogo Japão

Quem deseja comprar uma arma no Japão precisa ter muita paciência. A venda é regulamentada e com supervisão rígida.

A burocracia inclui uma aula que dura o dia todo, exame escrito e um teste de tiro, em que só é liberada a venda, se a pessoa passar com 95% de precisão.

Existem ainda teste de saúde mental e de drogas. Eles verificam se a pessoa tem antecedentes criminais ou relação com grupos extremistas.

Checam os familiares e colegas de trabalho. Não existem muitas lojas de armas no Japão, cada prefeitura pode ter até três. Para comprar munição, você deve levar os cartuchos vazios e devolvê-los para conseguir novos.

E não é qualquer tipo de arma que é liberada para compra, apenas rifles e armas de airsoft. A polícia deve receber um relatório do local onde sua arma será armazenada e o lugar deve ser separado e equipado com sistema de segurança, chave e cadeado.

A permissão de porte dura três anos e os policiais têm direito a fazer uma inspeção uma vez ao ano.

Quando o porte vence, a pessoa deve passar por todos os testes novamente, e no caso de falecimento, a arma é confiscada. A lei que regulamenta o porte de armas no Japão é de 1958.

Leia também:

Policiais do Japão investem em artes marciais

Até os policias japoneses não costumam usar armas de fogo e investem em artes marciais, todos devem ser faixa preta em judo, além de treinar kendo. Em 2015 foram contabilizados apenas seis tiros disparados pela polícia japonesa.

Os casos de violência são baixos até na Yakuza, a máfia do Japão. A agência nacional da polícia já foi considerada a melhor do mundo.

O sistema carcerário também é conhecido por ser extremamente rígido, punindo severamente quem comete crimes.

Comentários

Copy link