3 Clássicas histórias do folclore japonês

Há muitas formas de explorar uma cultura. Ler sobre seu folclore é uma maneira única e divertida de fazê-lo. Os contos populares japoneses são chamados de “mukashi banashi” (昔話). Tais histórias são popularmente conhecidas por crianças e adultos em todo o Japão. Há milhares delas. Aqui estão 3 clássicas e famosas histórias do folclore japonês!

1 – Momotarō (桃太郎)

Momotaro
(Crédito: wasabi-jpn)

Era uma vez, uma mulher idosa que avistou um pêssego enorme flutuando no rio enquanto lavava suas roupas. Ela levou a fruta para o marido e, quando a abriram, descobriram um menino lá dentro. O casal o chamou de Momotarō (Menino-Pêssego).

Quando cresceu, ele decidiu lutar contra os demônios de Onigashima (Ilha dos Demônios) que atormentavam o povo de seu vilarejo. Na partida, Momotarō recebeu kibidango (bolinho japonês) de seus pais como presente de despedida.

Durante sua jornada, ele encontrou um cachorro, um macaco e um faisão. Repartiu o kibidango com eles, e estes se tornaram seus aliados. Ele venceu a batalha contra os demônios de Onigashima e, por fim, retornou à casa de seus pais levando consigo os tesouros roubados pelos demônios.

Você pode assistir uma animação para ilustrar a história que acabamos de contar. Mesmo disponibilizados apenas nos idiomas japonês e inglês, é possível entender.

Versão em inglês: Momotarō

2 – Urashima Tarō (浦島太郎)

Urashima Tarō
(Crédito: gov-online)

Há muito tempo, um homem chamado Urashima Tarō encontrou uma tartaruga na praia sendo torturada por um grupo de crianças. Ao resgatá-la, ele foi recompensado com uma viagem para o interior do oceano a fim de visitar o Palácio do Dragão. Chegando ao local, ele descobriu que a tartaruga era, na verdade, a Princesa do Mar Otohime.

Lá, o pescador foi tratado calorosamente pelas pessoas. Mas, passado alguns dias, ele decidiu voltar para casa. A princesa dá para Urashima Taro uma caixa que lhe foi dito para nunca abrir. Ao voltar para terra, tudo estava mudado. Seus pais não estavam mais lá, os lugares já não eram mais os mesmos e ele não conseguia reconhecer nenhuma das pessoas da vila.

Urashima Tarō acabou descobrindo que haviam se passado trezentos anos desde o dia em que havia decidido ir para o fundo do mar. Tomado pela tristeza, desobedecendo e descumprindo a promessa, ele ergueu a tampa da caixa. Nesse momento, surgiu uma fumaça branca e ele foi transformado em um homem extremamente velho.

Versão em inglês: Urashima Tarō

Leia também:

3 – Kintarō (金太郎)

Kintaro
(Crédito: tsunagu Japan)

Era uma vez, um menino chamado Kintarō. Ele era uma criança de força sobre-humana que foi criado no monte Ashigara e se tornou amigo de vários animais. Além da força, ele era conhecido pela sua bravura e bondade.

Um dia, o guerreiro Minamoto no Yorimitsu, que estava de passagem pelo local, viu Kintarō. Ele ficou tão impressionado com a força e a vivacidade do menino que resolveu levá-lo para a capital. Lá, ele foi transformado em um grande samurai que ficou conhecido como Mosakata no Kintoki.

Versão em inglês: Kintarō 

Estes são alguns dos contos populares mais amados e conhecidos do Japão. Existem muitas variações destas histórias, sendo que estas foram apenas narrações simplificadas das versões mais comumente conhecidas.

Você já conhecia estas histórias?

Fonte: tsunagu Japan, Wikipedia

momotaro

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link