Ameaça norte-coreana: Japão posiciona sistema antimísseis em Hokkaido

Equipamentos antimísseis foram realocados nesta terça para Hakodate, em Hokkaido, perto da rota de mísseis disparados pela Coreia do Norte, que sobrevoou o local recentemente.

A bateria antiaérea equipada com PAC-3 foi movida da Base Aerea de Autodefesa para uma região próxima a 70km de distância.

O objetivo é aumentar a área de proteção do território japonês.

Os interceptadores PAC-3 (Patriot Advanced Capability 3 Surface-to-Air) são designados para abater mísseis inimigos antes que atinjam o arquipélago e são uma proteção a mais caso o sistema de defesa marítimo falhar.

Defesa

Em agosto, o Ministério da Defesa do Japão havia posicionado baterias antiaéreas PAC-3 em Hiroshima e em outras três províncias na parte oeste do Japão após a Pyongyang ameaçar atacar a ilha americana de Guam.

Porém, a Coreia do Norte lançou mísseis balísticos sobre Hokkaido em 29 de agosto e 15 de setembro. Os projéteis sobrevoaram a Península de Oshima, onde a cidade de Hakodate está localizada, antes de cairem no Oceano Pacífico a 1.000km e 2.000km de Hokkaido.

Segundo o Ministro da Defesa Itsunori Onodera, “Kim Jong-un pode disparar mísseis balísticos que poderiam sobrevoar nosso país novamente no futuro”, disse nesta terça. “Para nos preparamos para uma emergência, gostariamos de fazer todos os esforços possíveis para proteger nosso povo”, completou.

Fonte: Japan Times

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link