Como combater o Jet Lag em sua viagem para o Japão

Quem pretende fazer uma viagem para o Japão, seja a turismo ou trabalho, terá de enfrentar uma viagem de aproximadamente 30 horas. Além de longa e cansativa, você poderá encontrar dificuldades em se adaptar ao jet lag.

No Japão, a diferença de fuso horário é de 12 horas em relação ao Brasil, ou seja, dependendo das condições de vôo e escala, seu relógio biológico ficará bagunçado.

Você poderá sentir os seguintes sintomas: irritabilidade, cansaço excessivo, sonolência extrema, dificuldade para acordar e dormir. Isso acontece pela alteração de seu ciclo circadiano, que é seu relógio biológico.

Da mesma maneira que as pessoas sofrem pelas mudanças do horário de verão, acontece o mesmo no jet lag e de maneira bem mais intensa.

Jet Lag viagem ao Japão

Segundo a cronobiologia, o corpo humano depende da exposição de raios solares para produzir o cortisol, hormônio responsável pela disposição e apenas liberado pela manhã. Já no período noturno, o corpo produz melatonina, hormônio indutor da fadiga e do sono.

Quando você faz uma viagem muito longa e o fuso horário é diferente do usual, o corpo sofrerá para “entender” e adaptar a liberação dos hormônios. Essa explicação foi breve e simples para vocês entenderem os motivos das dificuldades de adaptação.

Para quem se interessou pelo assunto, saiba que existem estudos complexos com explicações detalhadas de como o corpo humano libera os hormônios e todo o processo.

Agora que vocês já puderam entender um pouco sobre o relógio biológico, confira algumas dicas para melhor se adaptar ao jet lag em sua viagem para o Japão.

1. Adapte-se ao fuso horário

Fuso horário

Com a passagem em mão, você terá ideia do horário que chegará ao Japão. Alguns dias antes de sua viagem, vá se adaptando ao horário de destino indo para cama mais cedo ou mais tarde. A mudança deve ser gradual e contínua.

2. Cardápio leve

Alimentação leve

É recomendado não exagerar durante suas refeições e evitar comidas gordurosas alguns dias antes da viagem. A medida ajudará na fase da readaptação de seu corpo.

3. Evite bebidas alcoólicas e cafeína

Álcool e cafeína

Evitar estimulantes e bebidas alcoólicas facilitará seu organismo a manter a reprogramação da adaptação do fuso horário.

Leia também:

4. Reserve o primeiro dia para descansar

onsen

Não fique ansioso, a empolgação de estar no Japão pode ser grande e você pode querer aproveitar tudo logo ao chegar.

Porém, aproveitar de maneira intensa logo no primeiro dia poderá comprometer os próximos. É melhor descansar quando chegar para ter mais disposição ao longo da viagem.

Se você chegar durante o dia, aproveite a luz solar em atividades leves e tente dormir cedo. No dia seguinte tome um café da manhã reforçado e a cafeína já estará liberada.

Essas dicas facilitarão a adaptação ao novo fuso horário, mas não é uma promessa de que isso será a solução para o problema do jet lag.

Cada um reage a essas mudanças em ritmos personalizados e pode ter diferentes formas de se adaptar. Compartilhe nos comentários o que vocês fazem para combater o jet lag.

jet lag japao
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link