Saiba quais são as flores típicas do outono!

Com certeza, as coloridas folhas de outono são a atração principal da estação. Mas, isso não quer dizer que não existam lindas flores nesta época.

Tradicionalmente, o Japão possui sete flores de outono representativas, conhecidas coletivamente como “Aki no Nanakusa” (秋の七草). Elas são: Hagi (萩, Bush clover), Kuzu (葛, Pueraria Lobata), Obana (尾花, Susuki / Japanese Pampas Grass), Ominaeshi (女郎花, Patrinia Scabiosaefolia), Nadeshiko ( 撫子, Dianthus), Asagao (桔梗, KikyoBell Flower) e Fujibakama (藤袴, Thoroughwort).

Flores outono
Hagi, Kuzu, Obana, Ominaeshi (da esquerda para direita).
flores de outono 2
Nadeshiko, Asagao e Fujibakama (da esquerda para direita).

No período Heian (794-1185), a presença dessas flores nos jardins da aristocracia era muito comum. Elas já foram muitas retratadas em pinturas e descritas em poesias. Hoje em dia, no entanto, você realmente não vê festivais ou exposições para essas flores, mesmo que você possa encontrá-las em muitos parques e em áreas rurais.

Em vez disso, existem outras flores que protagonizam o cenário outonal e são muito populares durante esta época. Veja algumas delas:

Higanbana (Spider Lily / Lírio da aranha vermelha)

Higanbana
(Crédito: flickr/Tomo)

Higanbana são flores vermelhas vibrantes que florescem perto do equinócio de outono, no final de setembro. Tradicionalmente, elas são associadas com a perda e a morte na sociedade japonesa, por estarem muito presente nos cemitérios. Elas também simbolizam a dor e a saudade.

Apesar do seu significado, elas são incrivelmente bonitas. Se você quiser ver estas flores, vá até Kinchakuda Manjushage Park, na cidade de Hidaka, em Saitama (a 15 minutos a pé da estação de Koma, na linha Seibu Ikebukuro, a cerca de uma hora da estação de Ikebukuro) a partir do meio de setembro até o início de outubro. Cerca de cinco milhões de higanbana florescem na área, cobrindo os campos como um tapete vermelho gigantesco.

Cosmos

Cosmos
Kurohime Kogen Highlands Cosmos Park, em Nagano. (Crédito: instagram/oshimaf1.0)

Cosmos é uma flor relativamente nova no Japão, que acredita ter sido trazida pela primeira vez para o país durante o período Meiji (1867-1912). Elas também são chamadas de “akizakura“, que significa flores de cerejeira de outono, devido a semelhança do formato dessas flores. Elas podem apresentar as cores rosa, branca, laranja e amarela.

Para apreciar esta flor, visite o Taiyo-no-Oka Engaru Park, na cidade de Mombetsu, em Hokkaido. Entre meados de agosto até o final de setembro, os visitantes podem ver 10 milhões de flores espalhadas por mais de 100 mil metros quadrados.

No Hokiji Temple, na cidade de Ikoma, em Nara também é possível apreciar uma linda vista. Ver flores espalhadas por toda a área junto com o pagode de três andares (um tesouro nacional) é uma atração exclusiva do local. Outro ponto turístico é o Kurohime Kogen Highlands Cosmos Park, em Nagano com um milhão de flores que podem ser vistas de setembro a outubro.

Kochia (Arbusto de Fogo / cipreste de verão)

Kochia
(Crédito: flickr/Reginald Pentinio)

Kochia é uma planta ornamental parecida com um arbusto. Seu maior atrativo é a sua folhagem, que assume uma coloração vermelha no outono. O Miharashi Hill no Hitachi Seaside Park da província de Ibaraki, a cerca de 2 horas de Tokyo, é famoso por ser coberto de flores kochia vermelhas em outubro.

Leia também:

Kiku (Crisântemo)

Kiku
Yushima Tenjin Shrine. (Crédito: flickr/Guilhem Vellut)

Apesar de não fazer parte do “Aki no Nanakusa“, os crisântemos são, provavelmente, a flor que mais se associa ao outono. Junto com o sakura, os crisântemos são as flores representativas do Japão. Ela é considerada a “Flor Nacional do Japão”, além de ser um dos maiores símbolos da Família Imperial Japonesa. O crisântemo ainda carrega alguns significados especiais como longevidade e fidelidade.

Você pode ver estas flores no Yushima Tenmangu Shrine em Tokyo durante o Bunkyo Kiku Matsuri em novembro e no Kasama Inari Shrine, na cidade de Kasama, em Ibaraki durante o Kiku Matsuri.

Fonte: Tokyo CheapoJapan Info, Hub Japan

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link