Mitsutoki Shigeta: caso polêmico de milionário japonês que desejava gerar mais de 100 filhos

Mitsutoki Shigeta é uma cidadão japonês que vive na Tailândia e recentemente ganhou a custódia de 13 crianças geradas por barriga de aluguel dando outro desdobramento ao caso polêmico.

Shigeta é o quarto filho de uma família abastada do Japão. Seu pai é fundador da empresa milionária Hikari Tsushin. O homem envolto em polêmicas é um dos acionistas majoritários da empresa e fatura milhões de dólares todos os anos.

Fábrica de bebês

Mitsutoki Shigeta

Ele virou protagonista de diversos noticiários japoneses por causa da sua “fábrica de bebês”. Seus herdeiros foram descobertos em um condomínio em Bangkok em 2014.

Segundo a mídia, o milionário de 28 anos pretendia encomendar entre 100 a 1,000 crianças por meio de barriga de aluguel.

Na época ele estava procurando equipamentos de refrigeração para congelar sêmen e poder seguir com os seus planos mesmo depois de velho.

Segundo os jornais, ele afirmava que seu esperma era de alta qualidade. Segundo Mariam Kukunashvili, fundadora da clínica de fertilização na Tailândia, afirmou na época que Shigeta pretendia ter entre 10 a 15 filhos por ano.

Quando foi descoberto, a mídia caiu em cima da clínica. Por isso, um debate foi gerado sobre os requisitos para clientes estrangeiros de clínicas de fertilização no país.

Seu plano ainda incluía colocar as crianças em escolas internacionais e no futuro iriam morar em Tóquio cuidado por babás e enfermeiras.

Leia também

Adoção de adultos: conheça esse sistema de adoção característicos do Japão

Jido yogo shisetsu: a triste realidade da adoção no Japão

Família grande

O magnata pagou para cada mulher um valor entre U$ 9.300 e U$12.500, de acordo com a polícia. Shigeta afirmou que vinha de uma grande família e que desejava cuidar de muitos filhos.

Além disso, afirmou ter plena capacidade financeira para cuidar de todos os seus filhos e esperava que no futuro, eles pudessem ajudá-lo a gerenciar seus negócios ou até ganhar eleições na empresa.

Acredita-se que Shigeta também tenha encomendado mais barrigas de aluguel em outros países como Índia e Ucrânia.

Como não é casado, já fez muitos planos para seus filhos e o futuro de cada um. Inclusive, criou um fundo de investimento para todas as crianças sob sua tutela.

Com o resultado do tribunal da Tailândia no dia 20 de fevereiro, parece que Shigeta está rumo a concretizar seus sonhos.

Não deixe de compartilhar e comentar!

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link