Izumo Taisha: conheça o lar dos deuses do Japão

Localizado na província de Shimane, Izumo Taisha é o santuário shintô mais importante do Japão. A região de Izumo é conhecida como a terra dos deuses ou lar dos deuses.

Izumo Taisha

Izumo Taisha é um santuário dedicado ao deus Okuninushi. De acordo com o shintô, ele foi responsável pela criação do Japão e é governante de Izumo.

Okoninushi

Okuninushi é a deidade dos bons relacionamentos e do casamento. Quando as pessoas oram, batem quatro palmas em vez das tradicionais duas palmas. Duas palmas para si e duas para o parceiro.

A tradição shintô diz que todos os anos, do 10º ao 17º dia, do 10º mês lunar, os oito milhões de deuses do shintô se reúnem em Izumo Taisha para decidir o futuro da nação japonesa.

O 10º mês lunar é conhecido como Kamiarizuki em Izumo (mês com deuses) e Kannazuki no resto do Japão (mês sem deidades). O Kamiarizuki geralmente cai em novembro.

Festival Kamiari

Quando todos os deuses do shintô estão reunidos em Izumo Taisha é realizado o festival Kamiari durante todo o período da reunião.

Festival Izumo Taisha

Há um caminho proibido aos visitantes e participantes do festival: o Matsu no Sando. Uma trilha central marcada por duas fileiras de pinheiros levam ao Tori de bronze do templo.

Izumo Taisha

O santuário Izumo Taisha é um tesouro do povo japonês. Sua fundação é datada no final do século VII e início no século VIII. A atual estrutura foi idealizada em 1744 com forte influência budista.


Leia também


O salão principal do santuário, o Honden possui 24 metros de altura. É o maior de todos os santuários do país, porém, de acordo com a história no passado ele já foi maior.

O santuário passa por reformas periódicas em períodos de aproximadamente 60 anos (curiosamente coincide com o movimento completo do Juunishi).

Izumo Taisha

Também há um museu, o Shimane Museum of Ancient Izumo. Fica localizado próximo ao santuário e os visitantes têm a oportunidade de aprender mais sobre o templo e a região.

A entrada para o santuário é gratuita. O museu cobra uma taxa de 300 ienes por visitante. Se você quer saber mais sobre a história desse local sagrado é necessário dominar o japonês.

Se você estiver pelo Japão, não deixe de visitar esse local belo e sagrado!

Izumo Taisha

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link