Homem se apaixona por boneca e troca a esposa no Japão

Senji Nakashima é um homem de 61 anos que se apaixonou por uma boneca de silicone. Inclusive, trocou a esposa no Japão.

Futuro ou presente?

Provavelmente vocês já ouviram falar do aumento de robôs e bonecas que são cada vez mais reais. Os materiais evoluíram, a pele está cada vez mais macia, as feições mais perfeitas e as juntas flexíveis

Com o desenvolvimento da inteligência artificial, a tendência será ter bonecas e robôs que possam ser sensíveis ao toque, com personalidade e capazes de compreender fases programadas.

Isso já é possível, em 2017, foi anunciado a primeira boneca com AI criada pelo engenheiro de nanotecnologia Sergi Santos em Barcelona. Há inúmeros outros exemplos que provam que essa será uma realidade não muito distante.

Porém, esse não é o exemplo de Seiji Nakashima. Sua boneca não tem inteligência artificial, mesmo assim, ele se apaixonou.

Senji Nakajima

Senji Nakajima é um homem de 61 anos de idade, morador de Nagano. Era casado e com dois filhos. Comprou a boneca Saori para fazer companhia em seus momentos de solidão, pois, passava longos períodos longe de casa por causa do trabalho.

Longe da família

O seu trabalho era em Tóquio e ele passava muito tempo longe de sua família e foi desenvolvendo um carinho especial pela boneca. Hoje, se diz completamente apaixonado pela boneca de silicone.

Mais do que uma boneca

Nakajima conta que ela é mais do que uma boneca, pois, entende seus sentimentos e tem até uma personalidade. Disse que finalmente encontrou felicidade.

Saori foi comprada há cerca de seis anos e o propósito inicial era apenas satisfazer seus desejos e um relacionamento começou a surgir com tardes românticas e dias agradáveis. Não demorou para abandonar sua esposa no Japão.

 

Segundo o homem, as pessoas são interesseiras e irracionais, enquanto Saori não liga para dinheiro, além de ser fiel.

Leia também

Comportamento: 6 divertidas classificações diferentes dos tipos de homens no Japão

Hikikomori: meio milhão de pessoas nunca saem de casa no Japão, saiba os motivos

Tradição e modernidade: o silencioso conflito no Japão

 

Ele trata a boneca como se fosse uma pessoa, sua rotina inclui levá-la para passear com o auxílio de uma cadeira de rodas e quando a coloca no carro não esquece do cinto de segurança.

Ele cuidadosamente dá banho, veste e arruma Saori todas as manhãs. De noite após o trabalho, eles assistem televisão juntos, como se fossem um casal. Nakajima ainda se preocupa em agradar com mimos sua boneca, compra roupas e até perucas diferentes.

Casos como o de Senji ainda são isolados no Japão, mas estão aumentado. Já vimos histórias de homens que se casam com travesseiros ou personagens de anime. Qual a opinião de vocês para isso acontecer? Deixe um comentário!

Senji Nakashima

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link