Personagem de coelho faz sucesso no Japão

Kikkouchan, o coelho, adora a tradicional “escravidão japonesa” do “casco de tartaruga”. Por isso ele vive amarradinho fazendo a alegria de seu público. Confira!

Leia também:

Coelho

O Japão deve muito de sua cultura kawaii aos designers que são capazes de pegar algo estranho e transformá-lo em uma coisa fofa.

Mas, o inverso também acontece. E um artista talentoso, também pode aplicar uma pitada sutil de esquisitice a algo fofo. Veja, este exemplo do personagem Kikkouchan.

Kikkouchan é um coelhinho fofinho, cuja cidade natal (de acordo com a biografia oficial do personagem) é Sendai, na região nordeste de Tohoku, no Japão.

Com uma face em branco, mas convidativa, Kikkouchan dá sequência aos personagens sempre populares (e super rentáveis) como a Hello Kitty e seu companheiro, o coelho Miffy.

Então, não é uma grande surpresa que a marca de moda japonesa Journal Standard ofereça uma grande quantidade de itens temáticos com Kikkouchan.

 

Kikkou shibori

Você deve estar se perguntando, o que são todas estas linhas vermelhas no corpo de Kikkouchan? Ou, talvez você já saiba, porque já está familiarizado com o termo japonês kikkou shibori, ou “escravidão tartaruga” em livre tradução.

Tudo isso faz de Kikkouchan um personagem discreto, mas provocador, para ser usado no estojo, sacola ou chaveiro. Tudo o que a Journal Standard tem o prazer em vender, a preços que variam de 1.200 a 3.780 ienes (US$ 11 a US$ 35).

Para afirmar o amor de Kikkochan pela escravidão física (e consensual), o personagem apresenta uma filosofia descontraída. Seu slogan diz “Eu não quero ser limitado de qualquer outra forma que não seja fisicamente”.

 

Fontes:  Journal Standard/ SoraNews24

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link