4 organizações voluntárias do Japão para participar e apoiar

Participar de um serviço voluntário agrega novos valores e experiência de vida, além disso, é uma ótima ferramenta para contribuir com o bem-estar do próximo e aumentar o sentimento da empatia.

Se você vive no Japão e quer explorar novos horizontes dentro da sociedade, conheça quatro organizações voluntárias do Japão.

1. TELL (Tokyo English Life Line)

tell

A organização voltada para a prevenção de suicídio no Japão partilha de valores e missão similares a ONG brasileira CVV (Centro de Valorização da Vida).

Com quarenta anos de experiência e serviço dedicado a sociedade japonesa, a TELL disponibiliza atendimento 24 horas para pessoas depressivas, estressadas, com problemas emocionais e proteção a crianças.

Os voluntários atuam em três tipos de atividades, trabalho administrativo, eventos para arrecadar fundos e atendimento. Além disso, há um intenso treinamento de nove semanas para qualificar os candidatos do serviço.

Se interessou? Para mais informações, clique aqui.

2. Shine On! Kids

A organização dá suporte a famílias de crianças em tratamento ou doenças mais sérias no Japão. Eles oferecem suporte emocional para as crianças e suas famílias.

Além disso, disponibilizam de cachorros adestrados para fazer companhia as crianças e oferecer um pouco de afeto durante a dura fase do tratamento.

Você pode participar dos eventos ou ajudar financeiramente como apoiador. A organização fica em Tóquio, portanto será preciso ter facilidade em se locomover pela cidade.

Confira o site da instituição, clique aqui.

3. Second Harvest

A Second Harvest coleta comida de empresas, fábricas e produtores para distribuir a necessitados em abrigos, organatos, asilos e locais afetados por desastres naturais.

Eles sempre estão em busca de novos voluntários para ajudar desde a preparação da comida, distribuição e trabalhos de escritório.

Confira o site da Second Harvest, clique aqui


Leia também


4. Lighthouse (Polaris Project Japan)

Com foco em tráfico de seres humanos, a Lighthouse surgiu com o propósito de erradicar esse problema assustador do Japão.

Também conhecida como Centro Para Vítimas do Tráfico Humano, a maioria dos casos que a organização enfrenta é a escravidão sexual.

Uma das metas da Lighthouse é construir um hospital psiquiátrico para atender as vítimas do tráfico humano e da exploração sexual, um público majoritariamente adolescente.

Para fazer parte do Polaris Project Japan é preciso acompanhar o site e as redes sociais da organização, existem períodos específicos para o recrutamento de voluntários.

Para mais informações, clique aqui.

Já fez trabalho vountário no Japão? Deixe um comentário!

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link