Onde ver bonsai no Japão?

Se você pretende visitar o país do sol nascente, não pode deixar de fazer uma visita a um dos jardins mais bonitos de bonsai.

O Omiya Bonsai Village fica na cidade de Saitama e os próprios moradores cultivam seus jardins com bonsais no Japão, com tradição há mais de 90 anos.

Omiya Bonsai Village

bonsai Omiya Japão
Créditos: Japanistry

Tudo começou quando um pequeno grupo de profissionais cultivadores de bonsai migrou de Tóquio para Saitama, logo depois do terremoto Great Kanto em 1923. Em 1925 eles se estabeleceram e formaram o Omiya Bonsai Village.

Atualmente, a vila é reconhecida mundialmente e já sediou uma competição mundial em 1989. Ela durou quatro dias e reuniu 1,200 amantes de bonsai de 32 países.

Além disso, quem cultiva jardim de bonsai em Omiya e mora no local deixa a propriedade aberta para os turistas. Cada família fica responsável por decorar e cuidar do jardim aberto, por isso, cada uma é especial e diferente.

Leia também

Quanto custa uma viagem de turismo ao Japão

Artista japonês cria incríveis árvores de bonsai com centenas e ultra miniaturas de origami de tsuru

De artesanato à culinária japonesa: experimente alguns cursos em Tokyo

Inicialmente era possível visitar 30 jardins, mas atualmente restaram apenas seis famílias. Para quem não se contentar com a visita, pode ir ao museu, que fica em Omiya. Lá será possível ver mais de 120 espécies, alguns com mais de 1,000 anos.

Endereço: Omiya Juno-cho 1-8 Saitama-Shi, Saitama 330-0805. Cinco minutos de caminhada da estação JR Toro. Funciona de sexta à quarta, das 9hs às 16hs.

História do Bonsai

O bonsai está intimamente ligado com três conceitos: estético, artístico e espiritual. Originário da China (Penjing), foi apresentada para o Japão no começo do século VII em um conto que mencionou a prática chinesa.

“Somente quando é mantido perto de seres humanos que a moldam com amor e carinho é que sua forma e estilo adquirem a capacidade de mover o todo.”

Esse trecho do conto deixa expresso uma boa parte da filosofia por trás dos bonsais.

Porém, foi a partir do século XII que foram introduzidos as tradições culturais japonesas. Com influência do sacerdote e poeta japonês Kokan Shiren, o país criou sua própria expressão artística.

Aliás, o próprio nome Bonsai é, em partes, uma obra de Shiren chamada Bonseki, mas só no começo do século XIX que o nome foi oficializado.

De acordo com a filosofia do bonsai, cuidar de um exige tempo, dedicação e disciplina, é uma atividade meditativa (característica da escola Zen de budismo).

Então, com os ensinamentos certos, uma pessoa pode se salvar do ciclo de renascimento e morte (Samsara) e atingir (ou recuperar) a iluminação, a budeidade.

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link