Princesa Mako visita o Brasil em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa

A princesa Mako está no Rio de Janeiro desde o dia 19 de julho e seguirá cumprindo agenda em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil por outras cidades.

Princesa Mako no Brasil

A neta do Imperador Akihito e da princesa Michiko ainda não deixou a realeza e segue com os compromissos. Seu casamento foi adiado por enquanto devido a agenda cheia da família. Ao que parece a união apenas será oficializada depois da abdicação do Heika.

Mako visitará mais de 12 cidades símbolos para a imigração no Brasil. A princesa já visitou o jardim japonês no Jardim Botânico e plantou uma árvore no local. Além disso, fez uma breve passagem no Cristo Redentor. Ela ficará duas semanas no país.

Imigração japonesa

A imigração japonesa no Brasil foi marcada por dificuldades. Assim como foi para os italianos, a maioria veio para substituir a mão de obra escrava na lavoura, com empregos mal remunerados.

Os japoneses sofreram diversos tipos de preconceitos relativos a sua cultura e muitos costumes tiveram que ser abandonados em terras brasileiras, ainda assim a tradição foi mantida por algumas famílias.

Durante a era Vargas, em especial o período do Estado Novo, as políticas nacionalistas de estado se tornaram mais rígidas quando se tratava dos imigrantes, em especial os asiáticos e os africanos.

Além disso, durante o final dos anos 20 e começo dos anos 30 no Brasil, um sentimento xenofóbico antinipônico rondou o país.

Por muito tempo o medo do perigo amarelo assolava quem tinha preconceito e muitos japoneses foram perseguidos depois da Segunda Guerra.

Leia também

Princesa japonesa se casará com plebeu no Japão

Curiosidades sobre o Imperador Akihito

Imperador Akihito recebe aval do parlamento para renunciar

Primeira comunidade

Como as relações entre os brasileiros e os imigrantes japoneses não era boa, muitas famílias acabaram se emancipando. Acabaram tornando-se pequenos agricultores, criando assim, a primeira comunidade japonesa no Brasil.

O estado de São Paulo foi e continua sendo o principal destino de japoneses que desejam viver no Brasil. Aliás, a primeira comunidade começou no município de Iguape, extremo sul do estado.

Além disso, a região localizada no Vale do Ribeira fica próxima a Serra do Café, onde muitos trabalhararam e depois seguiram com as atividades na região, voltaram ao Japão ou migraram para outros estados.

Hoje, a maior comunidade japonesa está no Brasil e segundo dados do Governo são 1,5 milhão de nikkeis. Apenas em São Paulo são 400,000.

Em 110 anos, muita coisa aconteceu e mudou na história dos imigrantes e seus descendentes que nasceram no Brasil. Compartilhe sua história nos comentários e não deixe de se inscrever em nossa Newsletter e receber conteúdos do Japão.

Princesa Mako Japão

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link