Irritações que todo mundo passa no transporte público do Japão

O transporte público do Japão é um dos mais limpos, organizados, eficientes, pontuais, acessíveis, rápidos e convenientes. Isso é fato.

É um dos melhores do mundo, sem dúvidas. Além de quase todo os país ser conectado pela malha ferroviária, os preços cobrados são mais justos. Já que se cobra apenas pelo trajeto percorrido.

Porém, nesse post, iremos abordar os lados irritantes ao andar de trem ou metrô no Japão. A intenção é mostrar que existe esse aspecto e não desmerecer o transporte público.

Portanto, se já teve a chance de usar o metrô ou trem no Japão, confira que tipo de irritações podem acontecer.

Andar atrás de pessoas olhando o celular

metrô no Japão

Sabe aquela mania de andar olhando o celular? No Japão, não será difícil encontrar esse tipo de pessoa e muitas vezes acabam atrapalhando quem está com pressa.

Pode ser irritante perder o trem, porque uma pessoa estava no Line e não deu passagem para entrar no vagão.

Sentar ao lado de uma dorminhoco/a

pessoa dormindo no metrô do Japão

Sentar ao lado de uma pessoa que está dormindo pode ser bem incoveniente e chateante. Afinal, geralmente esse tipo costuma não ter muito controle sobre o corpo e pode acabar te usando de encosto.

É bem provável que você veja alguém tirando uma soneca no metrô ou trem, já que esse tipo de coisa é comum no Japão. Culturalmente, uma pessoa que desmaia de cansaço é uma pessoa trabalhadora e deu o máximo de si.

Encontrar um Chikan no vagão lotado

vagão lotado no Japão

Infelizmente, o chikan ainda existe no Japão e faz muitas vítimas. Uma das alternativas para fugir desse tipo nos horários de pico é o vagão apenas para mulheres. É preciso tomar cuidado, muitos tiram fotos e se aproveitam do espaço lotado para agir.

Além dos pervertidos, existem também os butsukariya, homens que esbarram com violência de propósito em outras mulheres.


idoso no transporte público

É bem comum ver jovens sentados e idosos em pé no Japão. Isso porque as coisas funcionam de maneira diferente.

Apesar de existirem assentos preferenciais, não é costume oferecer o lugar para uma pessoa idosa. Isso porque a maioria não quer causar problema. Muitos relutam em aceitar, que por causa da idade, deveriam sentar.

No Brasil, esse tipo de atitude é considerado gentileza, mas no Japão não, o sentimento gerado acaba sendo levado para o lado da piedade.

Porém, não vamos generalizar. Podem existir sim pessoas que desejam sentar e clamam pelos assentos prioritários, assim como existe gente que finge dormir para não dar o lugar.

Faltou algum item na lista? Deixe um comentário.

transporte público do Japão
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link