Vai viajar? Não esqueça de contratar um plano de saúde internacional do Japão

Se você pretende fazer uma viagem de turismo, não pode esquecer de contratar um plano de saúde internacional do Japão. Essa é uma forma segura para cobrir certas eventualidades. Afinal, estará em um país diferente e imprevistos podem acontecer. Esteja preparado.

Plano de saúde internacional

O sistema de saúde no Japão é regido por um sistema universal em que todos os cidadãos tem direito, além do pagamento ser obrigatório a todos.

Já quem irá passar um curto período de tempo (viagens de turismo), pode optar em contratar um plano de saúde internacional.

Ele cobre parte dos gastos para você não precisar pagar o valor das consultas e exames integralmente. Nesse caso, eles te rembolsarão uma porcentagem do valor das despesas médicas. Geralmente você pagará apenas 10% a 30%.

Para se beneficiar, deve apresentar os documentos antes da consulta e proceder segundo as orientações do local.

Sem plano, sai caro

Afinal, ver um médico sem um plano de saúde internacional pode sair bem caro. Pois, além de pagar cerca de 3,000 a 4,000 ienes por uma consulta com um clínico geral, irá gastar uns 3,000 ienes na farmácia ao comprar seus remédios prescritos.

Nos grandes centros hospitalares, a taxa pode chegar a 5,000 ienes para a primeira consulta. Se já tiver passado do horário comercial e achar um hospital que ainda faça atendimento (difícil), o fee pode chegar a 7,000 ienes.

Após o diagnóstico, será cobrado mais um valor, que pode variar entre 5,000 a 9,000 ienes. Após isso, se precisar fazer um exame, prepare seu bolso novamente, pois eles são pagos e caros. O valor pode chegar a incríveis 30,000 ienes.

Leia também

Como funciona o sistema de saúde no Japão?

6 remédios japoneses que podem salvar sua viagem ao Japão

Ficou doente no Japão? Saiba onde ir e o que fazer

Deu para perceber que os valores assustam. Segundo dados da agência de turismo japonês, cerca de 30% dos visitantes não contratam um plano de saúde internacional.

Se não incluiu esse detalhe no seu planejamento, saiba que você poderá contratar um ao chegar o país também. Lembre-se de andar sempre com dinheiro e ter uma reserva para emergências, pois a maioria dos hospitais não aceita cartão de crédito.

Além disso, prepare-se para cobrir todas as despesas inicialmente, pois o plano de saúde internacional funciona com reembolso. Não esqueça de consultar, se a clínica aceita o seu plano também.

A agência nacional de turismo, lançou um guia com centros médicos e hospitais, além de fornecer links para quem quiser contratar um plano. <Guia de planos e médicos>

As vantagens do plano internacional é que ele cobre despesas com exames, caso mais sério aconteça. Outra opção é o seguro viagem, mas esse tipo cobre apenas a consulta médica para emergências.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter e receba conteúdos do Japão.

plano de saúde Japão
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link