Shiken Jigoku é o inferno dos exames para os jovens japoneses

Shiken Jigoku é o período de exames juken obrigatórios para entrar em universidades japonesas. Popularmente é conhecido como um período infernal e causa muito estresse nos jovens.

A pressão é gigantesca para garantir uma boa vaga, além disso, os exames são considerados muito difíceis. Saiba mais.

Shiken Jigoku

A pressão para passar nos exames tem explicação. Afinal, se o jovem não for admitido em uma faculdade nos períodos de exames, dificilmente conseguirá um emprego bom e virará um ronin.

Esse termo é popularmente utilizado para referir a classe de samurais no período feudal que não tinha mestres. É assim que o jovem se sente, perdido e sem rumo.

Leia também

Por que é tão importante ser pontual no Japão?

Por que o Japão é pouco aberto aos trabalhadores estrangeiros e quais imigrantes têm mais chances atualmente?

Quem são os homeless, os moradores de rua do Japão

Toda vez que acontece uma transição de série no Japão, acontece um exame de nível. A partir dos 15 anos de idade, o ensino no Japão não é obrigatório, mas a sociedade espera que esses jovens continuem e façam o kotogakko.

O kotogakko tem custos elevados de 300,000 ienes. Porém, devido a sua importância, todos os anos 90% dos japoneses optam por continuar os estudos.

Os cursos são em tempo integral e preparam estudantes para as faculdades ou quem deseja fazer cursos técnicos e vocacionais.

É a época de mais pressão para esses jovens, ja que decidirá seus futuros no mercado de trabalho japonês.

Se não o fizer, ficará limitado a receber muito pouco e não poderá construir uma carreira e consequentemente ganhar mais. Sem dinheiro, muitos preferem continuar solteiros e não ter filhos, acabam indo morar em cybercafés ou virando homeless.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter.

Shiken Jigoku

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link