Chikan: aplicativo contra assédio faz sucesso no Japão

O Japão ainda tem um problema com assédio dentro de vagões no transpote público. O termo usado para definir esse tipo de comportamento é chikan.

Chikan

Alça de vagão do metrô

Apenas em 2017 foram reportados 1.750 casos de assédio no Japão. 30% ocorreram no período da manhã, entre 7hs e 9hs (horário de pico), 50% dentro dos vagões e 20% nas estações.

Ainda segundo a polícia de Tokyo, a maioria das vítimas são mulheres de 20 anos, seguido pelas adolescentes. O termo chikan também passou a ser usado no Canadá e Inglaterra.

Portanto, o toque inapropriado dentro dos metrôs e trens é um problema recorrente mundial. No Japão, para tentar ajudar as vítimas desse tipo de comportamento, a polícia do Japão lançou um aplicativo.

Digi Police

Aplicativo Digi Police

O aplicativo teve lançamento há três anos, mas uma função útil para coibir os chikans foi adicionado recentemente. Caso haja problemas, uma mensagem em letras grandes aparece na tela do celular com a mensagem “estão tentando me agarrar. Por favor, me ajude”.

Dessa forma, a vítima pode mostrar a mensagem para outros passageiros de maneira discreta e silenciosa. Se não for o suficiente, um aviso sonoro disparará: “Por favor, pare!” diversas vezes. Por conta da nova função, o Digi Police foi baixado centenas de vezes no Japão.

Além desse aplicativo, a companhia JR sempre faz campanhas de conscientização e dedica um vagão especial só para mulheres no horário de pico.

Vagão para mulheres no Japão

Muitas japonesas aprovam e os homens da faixa etária dos vinte anos já declararam que gostariam de um vagão exclusivo nos horários mais cheios também.

Para baixar o aplicativo para iOs, clique <Digi Police Apple>

Para baixar o aplicativo para Android, clique <Digi Police Android>

Leia também

Celular no Japão: motivos dos japoneses darem preferência ao iPhone 

Maioria dos japoneses querem vagões de trem só para homens

Saiba tudo sobre o aplicativo Line no Japão 

Desde o lançamento já foi baixado por 237.000 pessoas no Japão com aumento de 10.000 usuários todos os meses. Caso o agressor/a seja pego, são no mínimo seis meses de cadeia com fiança de 500.000 ienes. Se houver uso de violência, mais dez anos são adicionados a sentença.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Chikan

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link