Rede famosa começará a usar canudos de bambu para evitar plástico

Cada vez mais o Japão busca eliminar o plástico do seu dia a dia. A rede Watami de izakaya anunciou que usará canudos de bambu, segundo o Japan Today.

Aos poucos eliminará os canudos de plástico de suas lojas (68) e começará o oferecer essa opção para as soft drinks inicialmente.

Bambu no Japão

Plantação de bambu no Japão

O bambu faz parte da cultura japonesa. Cresce rápido e para o meio ambiente é mais amigável. Algumas espécies de plantas crescem cerca de um metro por dia e outras sobrevivem até a geadas. Podem chegar a 30 metros de altura e são usados para fazer utensílios, móveis e mais.

Canudo de bambu

Canudo de bambu

O canudo de bambu pode ser reutilizável, possui uma resistência contra bactérias natural e é uma opção mais higiênica. Demora poucos meses para se decompor, por isso, é uma opção melhor dos que os tipo inox que se popularizaram recentemente.

Plástico

Demora cerca de 450 anos para uma garrafa de plástico se decompor na natureza, por exemplo, segundo a ONU.

Além disso, é preciso muito petróleo para sua produção. Já os canudos demoram cerca de 500 anos, enquanto 500 milhões são usados apenas nos Estados Unidos. O canudo de plástico ainda libera toxina bisfenol (BPA).

Até 2050, 99% das aves poderão ingerir plástico prejudicando 600 espécies marinhas. Enquanto os microplásticos são considerados vilões da poluição ambiental. São 300 milhões de toneladas produzidos anualmente no mundo e entre 8 a 12 milhões acabam nos oceanos.

Leia também

Kamikatsu recicla 80% do lixo da cidade e visa desperdício zero 

Plástico no Japão: governo tem plano para cobrar sacolas

Reciclagem no Japão e regras de lixo para iniciantes

Segundo o Asia Nikkei, o Japão está liderando a campanha para livrar os mares desse tipo de poluição produzindo plástico biodegradável. Esse é um dos assuntos em pauta na conferência do G20 em Osaka.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Canudos de bambu

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link