Shigeru Miyamoto é criador dos jogos icônicos da Nintendo

Shigeru Miyamoto marcou seu nome na indústria de games e é visto como uma estrela internacional.

Shigeru de mãos para cima

Em 2007 entrou para a lista de pessoas mais influentes do mundo da revista Times e em 2006 foi reconhecido pelas suas contribuições pelo então ministro da cultura da França. Foi premiado inúmeras vezes a nível mundial e continua relevante.

Ele é o criador dos jogos Super Mario, Mario Kart, Donkey Kong, Pikmin, A lenda de Zelda e uma série de jogos de sucesso e lucrativos da Nintendo.

Infância

Nascido em 16 de novembro de 1952 em Sonobe (Kyoto), passou sua infância brincando ao ar livre. Sua família não tinha televisão ou carro, por isso, brincou muito com atividades que usavam sua criatividade.

Quando seu pai comprou uma televisão quando ele tinha 11 anos, passou assistir animes e depois virou leitor de mangá. Suas experiências ajudaram a criar alguns mundos fantásticos.

Inspiração

Por exemplo, quando era criança tinha uma caverna em sua cidade e Miyamoto não tinha coragem para entrar.

Um dia decidiu explorá-la e entrou com uma lanterna. Essa foi uma das inspirações dentre inúmeras outras para criar A Lenda de Zelda.

Formação

Se formou em arte e design industrial na faculdade de Kanazawa e por isso leva seu olhar artístico e criativo para seus jogos.

Nintendo

Prédio Nintendo

Shigeru Miyamoto acumulou muitas funções dentro da Nintendo desde seu início como desenvolvedor de games em 1977 na empresa.

Seu pai era amigo do então presidente da Nintendo Hiroshi Yamauchi. A proximidade lhe rendeu uma oportunidade de entrevista e ele mostrou ideias de brinquedos. Então, foi contratado como artista conceitual e passou a desenvolver novos produtos para a empresa.

Space Invaders

Em uma determinada época o jogo Space Invaders fazia muito sucesso no Japão. Por isso, a Nintendo fez um jogo parecido chamado Space Fever e Miyamoto ficou responsável por criar o design dos personagens.

Space Fever
Space Fever

Mercado dos games

A Nintendo voltou sua atenção ao mercado de games, pois era lucrativo. Desenvolveu alguns jogos, mas eram praticamente cópias de outros já lançados.

Além disso, queriam expandir para a América do Norte. Portanto, além de abrir um escritório em Nova York passaram a trabalhar no arcade Radar Scope com 1.000 unidades importadas aos Estados Unidos.

Arcade Radar Scope

Então, o presidente da filial americana Minoru Arakawa pediu que eles desenvolvessem um jogo original para colocar no arcade.

Tarefa

Yamauchi escolheu Shigeru Miyamoto para a difícil tarefa. Ele não tinha nenhuma experiência em design de games e existia muita pressão.

Gunpei Yokoi um veterano da empresa com vivência na área ensinou tudo o que ele sabia para Miyamoto.

Indo ao contrário da tendência de jogos de tiro, quis criar algo inovador e com um enredo interessante.

Naquela época nenhum jogo era assim. Ele até quis fazer um jogo do Popeye, mas não foi possível e por isso teve que criar algo do zero, mas se inspirou no desenho e o triângulo amoroso.

Donkey Kong original

Tela do jogo Donkey Kong original

Inspirado em Olivia surgiu Lady (depois virou Pauline), Donkey Kong no lugar de Brutus e Popeye seria Jumpman que mais tarde se transformaria em Mario.

Na história original Donkey Kong escapa do seu mestre Mario e sequestra sua namorada. No jogo Mario deve escalar vigas em construção enquanto Donkey Kong joga barris para atrapalhar.

No entanto, os funcionários da filial americana não gostaram do jogo, mas decidiram colocar em dois arcades em bares de Seattle.

Tela do Donkey Kong jr
Donkey Kong Jr

O jogo foi um sucesso e encomendaram uma sequência. Então, ele criou o personagem Donkey Kong Jr. Ele deveria salvar seu pai que voltou a ser prisioneiro de Mario.

Mario Bros

Mario Bros capa

Miyamoto queria voltar a fazer um jogo com Mario e criou o jogo Mario Bros. Para esse novo enredo criou o personagem Luigi e os dois receberam a profissão de encanador do Brooklyn.

Eles coletavam moedas durante o jogo e tinham inimigos variados. Foi um sucesso e depois disso Miyamoto ganhou um departamento dentro da empresa para comandar.

Sua equipe e ele deveriam criar jogos para o console Famicom no Japão que virou Nintendo Entertainment System (NES) nos Estados Unidos.

Console Famicom
Famicom

Para o NES foi criado o jogo Super Mario Bros com 30 estágios e um chefão chamado Bowser. Foi um fenômeno com 40 milhões de cópias vendidas.

Leia também

Como a empresa Nintendo surgiu?

Natsukashii! Nintendo lança versão miniatura do Famicom (Nintendinho) com 30 clássicos jogáveis

Tecnologia e compras: guia para Electric Town em Akihabara

Shigeru jogando Super Mario

Seu nome foi cravado na indústria com inúmeros outros jogos de sucessos e com o lançamento do Game Boy, do Wii e Switch posteriormente.

Jogos universais

Aliás, seus jogos já foram chamados de infantis pelos concorrentes. No entanto, já afirmou em entrevista que não concorda com esse ponto de vista. Eles são pensados para serem simples, provocar emoções boas e sua jogabilidade ser compatível em qualquer lugar do mundo.

Conexão

Ele contou em entrevista ao comediante Hitoshi Mashimoto que os jogos Pac-man e Space Invaders o deixaram fascinados.

Ele passou a jogá-los e ficou tocado com a emoção e diversão que os jogos causavam. Desde então, tem a preocupação de jogar suas criações enquanto as desenvolve para recriar essa sensação.

No processo imagina como as pessoas se sentem e leva em consideração a experiência do jogador a sério.

Por exemplo, no jogo Pikmin quis despertar sentimentos ao criar personagens adoráveis que sofrem para sobreviver em seu meio passando por injustiça, obstáculos, etc. Isso cria uma emoção e empatia ao jogar, além de deixar a pessoa imersa no mundo mágico.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Shigeru Miyamoto

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link