Como está o mercado de peixes Toyosu um ano após a mudança

O famoso mercado de peixes Tsukiji foi transferido em outubro de 2018 e completou pouco mais de um ano de funcionamento. Após a mudança da parte interna do mercado para Toyosu na região de Koto (Tokyo), ele mudou de nome para Mercado de Peixes Toyosu.

Muitas expectativas foram criadas pelas empresas e cooperativas que aceitaram mudar para uma região menos tradicional. Afinal, a projeção do governo era promissora. Mas como andam os negócios na nova instalação passados um ano de sua inauguração?

Mercado de Peixes Toyosu

Fachada do mercado

Dado a idade do antigo mercado de peixes Tsukiji, a preocupação das autoridades e dos fornecedores atacadistas sobre a condição da instalação eram constantes nos últimos anos.

Quando na metade da década de 90, o antigo mercado atingiu a marca de 700 mil toneladas de peixes e frutos do mar, a instalação já não era capaz de suportar o volume de visitantes.

Além dos compradores de restaurantes habituais e chefs de todo mundo, o local era (e ainda é, o mercado externo continua funcionando) um importante ponto de turismo de Tokyo.

Então, além de possuir um controle de higiene e temperatura sofisticado, o novo espaço foi capaz de resolver questões logísticas que há anos causavam problemas e confusão. Sua própria inauguração foi auspiciosa com uma venda recorde de 300 milhões de ienes em um leilão.

Mas mesmo com todos os motivos para ser um ponto comercial mais próspero, as coisas não estão indo tão bem quanto se esperava.

Nova instalação, novos problemas

Em matéria de circulação de pessoas e turismo, o Mercado de Peixes Toyosu é um sucesso por ser planejado para suportar muitos visitantes sem prejudicar o comércio e os leilões.

Local para ver o leilão de peixes

No entanto, entre janeiro a agosto de 2019, apenas 220 mil toneladas de peixes e frutos do mar foram comercializados na nova instalação, uma quantidade abaixo do que foi comercializado no antigo mercado no mesmo período de 2018.

As principais razões para esse declínio são a pouca oferta de peixes sazonais em 2019 causados por uma má temporada de pesca e o aumento do consumo de carne bovina e suína dos japoneses.

Dos peixes que normalmente são abundantes nessa época do ano, apenas 20% estão disponíveis.

Pescadores acreditam que a mudança climática e o aquecimento das águas do mar são responsáveis pela falta de peixes.

Qualidade vs quantidade

A princípio o governo previu que o novo Mercado de Peixes Toyosu movimentaria até 630 mil toneladas de peixes até 2023.

Mas o mercado consumidor japonês mudou e continuará em um ritmo acelerado. Atualmente a carne está sendo mais consumida do que peixe.

Os fornecedores e atacadistas perceberam ao longo do ano de 2019 que a melhor alternativa para que o mercado continue relevante é visar a qualidade em vez de quantidade.

Embora vender mais seja (ou ao menos já foi) o principal objetivo das empresas, a forma de consumir e os fatores de decisão de compra estão ficando cada vez mais sofisticados. A aposta para os próximos anos é na experiência do consumidor com os melhores produtos disponíveis.

Leia também

Muito além do salmão e atum! Conheça os variados e deliciosos peixes e frutos do mar consumidos no Japão 

Toyosu: como está o antigo mercado de peixes Tsukiji 

Japoneses revelam quais são seus peixes preferidos 

O primeiro ano do novo Mercado de Peixes Toyosu foi aquém do previsto devido a problemas ambientas e sociais, no entanto, toda a mudança leva algum tempo até se estabelecer.

Nos próximos anos o mercado estará mais forte e experiente para entender e atender todas as demandas e expectativas de seus frequentadores.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Mercado de peixe Toyosu
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link