Shichifukujin Meguri: a peregrinação dos 7 deuses da sorte em Tokyo

Shichifukujin, também conhecidos como 7 deuses da sorte são divindades do shinto e surgiram no Japão entre os séculos XVIII e XIX por influência do budismo e do hindu.

Embora sejam conhecidos pelo mundo inteiro, poucas pessoas sabem que esses kami também possuem santuários espalhados por todo o país.

Uma das peregrinações mais conhecidas é a Yanaka Shichifukujin Meguri em Tokyo durante o primeiro fim de semana de janeiro. Essa tradição de peregrinar pelo santuário dos 7 Deuses da Fortuna é curiosamente pouco divulgada e conhecida.

Isso não quer dizer que poucas pessoas realizam a peregrinação, porém, os santuários dedicados as essas sete divindades não são tão visitados quanto de outros kami.

Shichifukujin

Embora os 7 Deuses da Sorte normalmente se apresentem juntos (representações artísticas), cada kami é único e com poderes diferentes.

Ebisu é o kami da prosperidade, pesca e comércio, Daikukuten é a divindade da agricultura, comércio e prosperidade. É conhecido também como o deus da cozinha.

Bishamonten é o kami da guerra, defensor dos humanos contra demônios e espíritos malignos. Benzaiten é a kami da beleza e das artes. Fukurokuju é da sabedoria, boa sorte e longevidade. Jurojin á divindade da longevidade e da saúde. O último dos sete é Hotei, o kami da felicidade e boa sorte.

Peregrinação de fim de ano

Entre o fim de dezembro e na primeira semana de janeiro são as principais datas para a peregrinação nos santuários dos deuses da sorte.

Apesar de poder ser feita a qualquer momento, segundo a tradição shinto, o barco do Shichifukujin chega com suas bençãos na primeira semana de janeiro.

Além de trazer bons auspícios para o ano que entra, os peregrinos também têm uma oportunidade incrível de observar e experienciar detalhes de Tokyo antes nunca percebidos.

Qualquer um pode fazer

Selos dos 7 deuses da sorte

Não há restrições para quem quiser coletar os selos sagrados dos 7 Deuses da Sorte, no entanto, cada um pode custar algumas centenas de ienes.

Durante o Yanaka Shichifukujin Meguri, organizado pela Associação de Comerciantes de Yanaza e a mais antiga de Tokyo, mapas são distribuídos aos peregrinos.

Os 100 primeiros inscritos recebem um pergaminho e uma bebida gratuita, além da possibilidade de ganharem prêmios em uma loteria realizada pelos organizadores.

Leia também

Hatsuyume: descobrindo a sorte pelo primeiro sonho do ano novo 

Shichi Fukujin: saiba os significados dos 7 Deuses da Sorte 

Resoluções de ano novo japonês para inspirar 

Para estrangeiros, o único ponto negativo é que não há mapas em outro idioma senão o japonês. Confira alguns dos santuários espalhados pela capital japonesa para fazer sua peregrinação e começar o ano novo com o pé direito.

Shounji (Ebisu) – 3-6-4 Nishi-Nippori, ala de Arakawa;
Shushouin (Hotei) – 3-7-12 Nishi-Nippori, ala de Arakawa;
Choanji (Jurojin) – 5-2-22 Yanaka, Taito Ward;
Tennoji (Bishamonten) – 7-14-8 Yanaka, Taito Ward;
Gokokuin (Daikokuten) – 10-18 Ueno-koen, Ala Taito;
Kan’eiji (Benzaiten) – 1-14-11 Ueno-sakuragi, Ala Taito;
Togakuji (Fukurokuji) – 2-7-3 Tabata, Kita Ward.

Não há dúvidas que a melhor forma de completar a peregrinação é a pé, afinal, a sorte ou fortuna pode aparecer diante de seus olhos enquanto caminha de um santuário para outro.

No entanto, não existem regras para isso. Além do que, pessoas com mobilidade reduzida podem encontrar dificuldades em concluir os sete santuários a pé. Seja como for, essa é uma experiência que vale a pena ser vivida.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Shichifukujin
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link