Zoshigaya: conheça esse bairro charmoso de Tokyo

Localizado a apenas alguns minutos do agitado distrito pop de Ikebukuro, o pequeno bairro de Zoshigaya é um dos mais legais da capital japonesa.

É até difícil acreditar que esteja dentro de Tokyo, pois é uma região silenciosa, cheia de história e que se conservou no período Showa.

Ao caminhar pelas estreitas e sinuosas ruas, o visitante irá se deparar com uma série de casas e edifícios de madeira, casas de muro baixo e pequenos comércios diários no melhor estilo anos 50 do Japão.

Muitas flores e árvores estão presentes no pequeno bairro de Tokyo que foi lar do criador do mangá Astro Boy, Osamu Tezuka. Zoshigaya possui seus encantos históricos que surpreendem os desavisados, confira.

Templo Kishimojin

Fachada do templo

O templo Kishimojin é um patrimônio que inspira história. Construído no século XVI, é cercado por muitas árvores gingko, a maioria entre 400 a 600 anos de idade.

árvore gingko

A árvore é considerada como símbolo da paz e longevidade no Japão por ter sobrevivido aos ataques nucleares na segunda guerra mundial.

Além disso, o templo é dedicado a deusa budista Kishimonji, deidade da fertilidade, protetora das mães na hora do parto e das crianças.

No entanto, antes de ser uma divindade benevolente, Kishimonji era um terrível demônio que tinha milhares de filhos. Para alimentá-los ela roubava crianças e os alimentava. Um dia, quando ela saiu para sequestrar outra criança, Buddha apareceu e escondeu um de seus filhos.

Desesperada pela dor, o demônio experimentou o mesmo sofrimento de suas vítimas. A partir dessa consciência ela se elevou ao reino dos deuses e jurou proteger todas as mães e crianças.

É um tempo famoso entre pessoas que querem formar uma família, pedem por proteção e fertilidade para a deusa Kashimojin.

Santuário para Inari

Ao lado do templo Kashimojin há uma loja de doces chamada Kamikawaguchiya. Atualmente ela está na sua 13ª geração de proprietários e foi fundada em 1781.

Loja de doces Kamikawaguchiya

Bem próximo da loja há um túnel de torii cercado por árvores ginkgo de aproximadamente 700 anos de idade. De acordo com os moradores, durante o outono é o período mais bonito do ano para caminhar por lá e apreciar a tonalidade dourada de suas folhas.

Caminho de torii

Akamaru Bakery

Padaria Akamaru

Akamura Bakery é uma das primeiras de Tokyo. São mais de 100 anos de história, além de prover os moradores com deliciosos pães, salgados, além de doces simples e deliciosos.

McCaleb Old Missionary House

Fachada do museu

Joh Moody McCaleb foi um missionário americano e construiu uma casa no estilo suburbano dos Estados Unidos. Hoje serve como um museu aberto e gratuito.

Essa é a única casa missionária que sobrou em Tokyo desde a era Meiji. A entrada é gratuita, mas fecha segunda-feira e em alguns domingos.

Leia também

Conheça alguns dos bairros de Tóquio mais legais 

Conheça o bairro de Tóquio queridinho: Nakano

Shibamata é bairro retrô de Tóquio 

Cemitério de Zoshigaya

lápides do cemitério

O cemitério de Zoshigaya é muito bonito e agradável. Além disso, lá estão os túmulos de muitas personalidades importantes do Japão.

O cemitério público foi fundado em 1874 pelas autoridades do governo Meiji em uma época onde a cremação e enterros no centro de Tokyo foram proibidos.

Com vista para os prédios de Ikebukuro, o pequeno cemitério de aproximadamente 10 hectares possui belas lápides budistas e algumas cristãs.

Entre seus hóspedes célebres estão Nakahama “John” Manjiro, o primeiro japonês a visitar os EUA, Ogino Ginko, a primeira mulher a praticar medicina ocidental no Japão e Hani Motoko, a primeira jornalista japonesa.

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link