Namazu,o peixe gigante que causa os terremotos segundo a mitologia japonesa

Namazu é um dos personagens mais conhecidos da mitologia japonesa.

Isso porque, esse bagre gigante possui a capacidade de produzir abalos sísmicos, os terremotos.

Aprenda aqui ais sobre ele e como ele pode ser contido para que um terremoto pare.

Quem é Namazu?

Namazu é uma criatura sobrenatural que vive embaixo da terra. Assim, todas as vezes que ele balança sua longa cauda, há reflexo disso na superfície, produzindo os terremotos e tremores.

O grande peixe foi retratado em várias xilogravuras no decorrer do período Edo no Japão. Sempre era tido como algo maléfico devido os estragos que os terremotos sempre causaram no país.

Em alguns desenhos, é até mesmo ver pessoas tentando matar o Namazu para evitar que novos abalos ocorressem.

Mas, para explicar como os terremotos param, a sua lenda tem outro participante muito importante.


Leia também:


Quem pode deter o Namazu?

Namazu está sob os olhares do Deus Kashima. Por conta disso é que nem sempre há terremotos.

Este Deus é o responsável por vigiá-lo para que ele não fuja e balance sua calda. Entretanto, por vezes, Kashima se distrai e o grande peixe acaba fugindo e causando os grandes terremotos.

Quando isso acontece, Kashima usa a sua kaname-ishi, uma pedra, para recapturar o animal e prendê-lo novamente. Entretanto, quando ele novamente se distrair o grande peixe irá causar um novo abalo.

Com a kaname-ishi, o Deus é capaz de golpear o peixe para que ele pare de percorrer o subterrâneo e assim prendê-lo.

Em outras versões da mitologia, é dito que Kashima faz essa captura com o uso de uma espada para assim prender novamente o animal.

Quanto mais tempo durar um terremoto, ou quanto mais violento ele for, é sinal que o Namazu está dando mais trabalho para Kashima. Da mesma maneira que, quando é apenas um abalo level, Kashima conseguiu ser eficiente e evitar que o animal fugisse, sendo, provavelmente, apenas um leve movimento do peixe.

As representações do Namazu hoje

Se anteriormente o Namazu aparecia em xilogravuras com uma imagem muito negativa, hoje já é diferente.

O governo japonês tem adotado a sua imagem como um sinal de alerta para transmitir instruções do que as pessoas devem fazer em caso de terremotos.

Assim, quando você for viajar para o Japão, não pense que ao ver um desenho do Namazu significará que terá um terremoto, mas sim são apenas orientações de como agir em caso de abalos.

Essa é uma maneira que o governo encontrou tanto de fazer com que o peixe não tenha uma visão negativa, como também de instruir de maneira mais leve os cidadãos e como eles devem agir.

Em alguns locais, é até mesmo comprar lembranças que são imagens do Namazu, pois acredita-se que ele pode até mesmo atrair sorte.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link