Como é adotar um pet no Japão? Veja o que os japoneses precisam fazer

Muitas pessoas pensam em como fazer para adotar um pet no Japão. Mas, acabam não sabendo como fazer e também preocupam-se com as regras que terão de seguir depois.

Aqui, apresentamos como é possível adotar um pet, locais onde você pode encontrar um e algumas das etiquetas que precisarão ser seguidas.

Assim, qualquer um poderá adotar o seu animal de estimação e ter uma ótima companhia.

Adotar um pet no Japão, onde encontrar um

Diferente do que acontece em muitas localidades do Brasil, nem sempre haverá um cão ou gato abandonado na rua para que alguém venha a pegá-lo. Obviamente que algumas pessoas abandonam animais, mas isso não ocorre com muita frequência como no Brasil.

Além disso, no Japão também é interessante adotar um pet. Entretanto, também é possível comprar um nas pet shops. Mas, ao adotar, há uma economia considerável e evita-se os possíveis problemas congênitos que o pet pode vir a ter devido a alta procriação que sua mãe teve de ter.

No Japão, assim como em muitos locais do planeta, existem abrigos de adoção de animais. Entre eles, podemos destacar o Sala Network, localizado em de Tóquio;  Japan Cat Network, em Fukushima; ARK Tokyo, também em Tóquio; Kanagawa Dog Protection, em Kanagawa.

Muitos dos sites desses abrigos também está disponível em inglês, facilitando para qualquer um adotar um pet.

Como será depois de adotar um pet no Japão?

Cat in a Japanese temple, Asakusa, Tokyo, Japan

O que normalmente acontece é que as pessoas não sabem o que acontecerá depois de adotar um pet no Japão. Uma coisa é fato, você terá uma ótima companhia e deverá ser muito mais feliz.

Mas, é preciso saber que há outras consequências.

1. Será mais difícil encontrar um local para alugar

No Japão, nem todos os locais aceitam pet, inclusive nos apartamentos.

Assim, será necessário você conferir no local em que estiver morando se poderá ter uma companhia. Caso contrário, precisará encontrar outro lugar para morar.

Além disso, os aluguéis desses lugares também costumam a ser mais caros do que o preço médio, por isso, prepare-se.


Leia também:


2. Não entre em qualquer lugar com o seu pet

Quando for levar o seu amigo para passear, lembre-se que não é qualquer lugar que ele pode entrar.

Normalmente, logo na entrada dos estabelecimentos haverá um grande aviso dizendo se os pets são bem-vindos ou não. Atente-se a isso para não sofrer nenhuma retaliação.

3. Além de recolher o cocô e jogue água no xixi quando levar o pet para passear

Muitas pessoas já estão acostumadas a recolher o cocô de cachorros quando os levam para passear. Entretanto, também é um costume no Japão jogar água no xixi para que ninguém venha a pisar no líquido.

Não deixe de levar uma garrafinha de água junto com os saquinhos quando sair com seu amigo.

4. Como sair para passear e como levar o pet no trem

Para sair para passear, o pet tem de estar sempre com uma guia. Mesmo que ele esteja em um carrinho.

No caso de andar de trem, é fundamental que ele esteja em uma gaiola para que ele possa embarcar.

 

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link