Covid no Japão: Número de mortos relacionado ao COVID-19 chega a quatro mil

O número total de mortos relacionados ao COVID-19 no Japão chegou a 4.035 no sábado, depois que 59 novas mortes foram confirmadas em meio a uma nova onda do vírus no país.

Das mortes recentemente confirmadas, 10 ocorreram na província de Osaka, oito em Tóquio e cinco na província de Chiba.

Em Hokkaido, quatro pessoas morreram, com fatalidades cumulativas por coronavírus na província, chegando a 500.

Infecções crescem no arquipélago

O ritmo nacional de mortes relacionadas ao coronavírus está se acelerando, levando menos de 20 dias para o número chegar a 4.000 depois de ultrapassar 3.000 em 22 de dezembro.

O número subiu para 1.000 em 20 de julho de 2020 e ultrapassou 2.000 cerca de quatro meses depois, em 22 de novembro, e ultrapassou 3.000 um mês depois.

Além disso, o número nacional de novas infecções totalizou 7.787 no sábado, passando de 7.000 pelo terceiro dia consecutivo.

A quantidade de pacientes com coronavírus em estado grave atingiu o recorde de 827, um aumento em relação a sexta-feira, segundo o ministério da saúde.

Tóquio e região de Kanto

No sábado, Tóquio relatou 2.268 casos COVID-19, um recorde para um sábado e o terceiro dia consecutivo de mais de 2.000. A vizinha Prefeitura de Kanagawa, por sua vez, viu sua contagem diária de casos aumentar para um recorde de 999.

O número de Tóquio veio dois dias depois de um recorde de 2.447 infecções terem sido relatadas na capital.

O número de pacientes com COVID-19 gravemente enfermos na cidade com base nos padrões do governo metropolitano permaneceu estático, em um recorde de 129, à medida que os hospitais continuam enfrentando a perspectiva de serem sobrecarregados em meio ao aumento de casos.

Das pessoas recentemente descobertas com o vírus em Tóquio, 654 estão na casa dos 20 anos, 437 na casa dos 30 anos, 337 na casa dos 40 anos e 302 na casa dos 50 anos. Aqueles com 65 anos ou mais, com maior risco de desenvolver sintomas graves de COVID-19, foram registrados 266 pacientes.

O número acumulado de infecções na capital foi de 73.450, segundo o governo metropolitano.

O aumento de novos casos ocorre depois de 13.683 testes de coronavírus administrados na quarta-feira. Geralmente, leva-se cerca de três dias para os testes produzirem resultados.

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse na sexta-feira que o governo metropolitano pretende reduzir o número diário de novos casos de coronavírus na capital para cerca de 500 até 7 de fevereiro, o último dia do estado de emergência cobrindo a área da grande Tóquio durante a epidemia.

A capital já viu seu número diário girar em torno de 500 em meados de dezembro.

Outras províncias

As infecções também estão se espalhando rapidamente para além da região da capital.

Três províncias de Kansai, Osaka, Kyoto e Hyogo, no sábado pediram formalmente ao governo central para expandir o estado de emergência e incluí-las.

Novos casos em Hyogo atingiram um recorde de 324, enquanto Osaka registrou 647 novos casos, seu segundo maior total.

A província de Gifu emitiu seu próprio estado de emergência no sábado, recomendando aos seus residentes a evitar passeios desnecessários após as 20h.

Foram pedidos aos restaurantes que servem bebidas alcoólicas que fechassem às 20h.

A província de Aichi, que também cogita solicitar a inclusão no estado de emergência, registrou 362 novos casos.

Em outro lugar, Hokkaido relatou 215 novos casos, enquanto a Prefeitura de Nagasaki relatou uma alta diária de 60.

Na sexta-feira, o Japão confirmou 7.884 novos casos de COVID-19, marcando um recorde pelo quarto dia consecutivo.

mascara covid
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link