3 lugares icônicos para conhecer em Yokohama

Enquanto Tóquio representa a cultura do Japão e se destaca como uma importante capital mundial, Yokohama representa o coração industrial do país, mas nem por isso menos atraente.

Conheça um pouco mais sobre esta encantadora cidade do Japão e 3 lugares icônicos para serem visitados nesta linda baía.

Yokohama

A população de Yokohama de 3,7 milhões de habitantes é grande o suficiente para torná-la uma das grandes cidades do mundo por conta própria.

Porém, na década de 1960, Yokohama planejou transformar sua paisagem urbana e industrial em uma cidade futurista, para rivalizar com Tóquio.

Linhas de trem foram construídas, armazéns destruídos e ilhas artificiais foram criadas. A moderna arquitetura e os parques acabaram completando a paisagem portuária da cidade.

Como resultado, Yokohama ocupou seu lugar no cenário mundial, logo atrás de Tóquio em termos de qualidade de vida, 49º e 43º no mundo, respectivamente (2015).

Yokohama possui dezenas de atrações e pontos turísticos que merecem ser visitados, mas inicialmente selecionamos apenas 3 lugares icônicos que traduzem a grande variedade cultural contida nesta linda paisagem. São estes:

1 -- Minato Mirai

Minato Mirai quer dizer literalmente, “porto futuro”, é a principal paisagem icônica de Yokohama, o local ideal para entretenimento, compras e descobertas culturais na Baía de Tóquio. Muitas das melhores atrações de Yokohama estão nesta área.

Minato Mirai é o porto futurista de Yokohama, relaxante e com amplos espaços destinados às compras, restaurantes, cultura, história e entretenimento.

Minato Mirai é o lugar ideal para as famílias passarem as tardes de domingo e os jovens casais curtirem um feriado.

Yokohama foi o primeiro porto do Japão a abrir-se para o Ocidente, em 1858. Rapidamente a área foi industrializada e na década de 1950, a cidade de Yokohama estava repleta de fábricas, armazéns e movimentadas rodovias.

Minato Mirai colocou Yokohama no palco mundial.

2 -- Chinatown de Yokohama

Yokohama tem uma Chinatown muito própria. Sua população de chineses não é muito grande, com cerca de 3000 a 4000 pessoas. No entanto, é a maior Chinatown na Ásia ou mesmo no mundo.

O que falta de moradores na Chinatown de Yokohama é compensado em lojas e restaurantes.

Existem cerca de 300 lojas e restaurantes chineses na área, além de vários templos e portões chineses.

Chinatown é bem conhecida no Japão por ser um local diferente, uma vez que os japoneses não possuem muitos bairros étnicos. Isso se deve a uma porcentagem relativamente baixa de residentes estrangeiros no país.

Existe cerca de 690.000 chineses residindo no Japão.

O bairro tem um clima de parque temático, onde os restaurantes focam nos pratos chineses que são mais populares no Japão, tais como o nikuman.

As lojas da Chinatown de Yokohama vendem lembranças relacionadas à China, como pandas de pelúcia e vestidos chineses, entre outros artigos.

Na entrada da Chinatown de Yokohama existem quatro portões chineses e um templo colorido conhecido como Kanteibyo, que foi construído em 1873.

Além de tudo isso, ocorrem no bairro uma grande variedade de festivais e eventos realizados ao longo do ano. Os principais são durante a semana do Ano Novo Chinês.

3 -- Museu do Ramen

O Museu do Ramen é uma área fechada que reproduz fielmente uma rua na área de Shitamachi, na Tóquio dos anos de 1950s.

Veja nosso vídeo exclusivo sobre o museu:

Museu de Ramen no Japão: experimentamos um dos pratos mais tradicionais da culinária japonesa!

Shitamachi, significa, literalmente, cidade baixa, uma grande área de Tóquio, com fortes raízes na classe trabalhadora.

A cozinha do museu reproduz especialidades de ramen de diversas e diferentes regiões do Japão, além de oferecer um mini-ramen para os visitantes, possibilitando que provem  diferentes variedades do prato.

O Museu Ramen fica a 10 minutos a pé da estação Shin-Yokohama.

Cidade linda e lugares bem interessantes, concorda?

yokohama

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link