Nagoro termina 2019 sem nenhum jovem ou criança

Em Nagoro, pequeno vilarejo da ilha de Shikoku conhecida por seus habitantes bonecos, 2019 é um ano onde oficialmente não há nenhuma criança ou jovem vivendo entre as 35 famílias remanescentes.

Com índices de natalidade cada vez mais baixos e o acelerado processo de migração e urbanização, o interior do Japão e o Japão rural correm sérios riscos.

Sem perspectivas ou oportunidades em suas cidades natais, jovens do interior do país migram para grandes cidades em busca de melhores oportunidades de trabalho e estudo.

Isso afeta diretamente a economia e a vida dessas pequenas regiões, como Nagoro que hoje não possui sequer uma loja para atender seus moradores.

Se algum local precisa ir ao hospital ou simplesmente fazer compras precisa dirigir por pelo menos uma hora e meia em estradas estreitas com muitas curvas perigosas.

Tsukimi Ayano, a japonesa de 70 anos que se tornou famosa por criar e espalhar bonecos pela vila para chamar a atenção das pessoas, disse em entrevista ao Asahi Shimbum, que gostaria de ver crianças na pequena vila.

Bonecos de crianças enfileirados sentados

Para a artesã, a presença de crianças e jovens levaria mais alegria. No entanto, a única escola fechou as portas em 2012, hoje, é ocupada por bonecos.

Últimas crianças

As últimas duas pessoas mais jovens nasceram a 18 anos atrás e já deixaram sua cidade natal em 2019 para estudar e trabalhar.

Além disso, a habitante mais jovem (Tatsuya Matsuura) dessa região montanhosa do Japão já tem 38 anos. Para a moradora, poucas pessoas conseguem se adaptar ao interior nessa era.

Leia também

Linha Sanko que ligava Shimane a Hiroshima fecha por falta de passageiros no Japão 

Moradora de cidade japonesa prestes a desaparecer chama atenção com seus bonecos 

Número de casas abandonadas no Japão bate recorde 

Tsukimi Ayano

Tsukimi ayano costurando boneca
Tsukimi Ayano

Desde o lançamento do documentário The Valley of Dolls produzido pelo cineasta Fritz Schumann, Nagoro passou a receber mais turistas do Japão e do mundo.

Além disso, o trabalho de Tsukimi chamou a atenção de outros artesãos para a qualidade das expressões dos seus bonecos. Atualmente, recebe encomendas de todo o Japão e oferece workshops para grupos.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Sala de aula de Nagoro

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link