Atletas das Olimpíadas de Tóquio usarão camas de papelão reciclado

Com as Olimpíadas e Paraolímpiadas de 2020 chegando neste verão, a capital japonesa Tóquio acaba de lançar camas de papelão reciclado que serão usadas por atletas que participarão dos eventos.

As molduras das camas foram confeccionadas com papelão reciclável, enquanto os colchões das camas são compostos por materiais de polietileno que serão reutilizados em produtos plásticos após os eventos.

Veja o vídeo abaixo:

Cardboard beds for Olympians

As camas medirão 2,10 metros de comprimento e, segundo os fabricantes, serão capazes de suportar um peso de cerca de 200 kg, mais do que qualquer atleta que participou das Olimpíadas de 2016 no Rio.

No total, 18.000 camas serão necessárias para as Olimpíadas e 8.000 para as Paraolimpíadas. Após os jogos, os colchões serão reciclados em plásticos.

Os móveis “eco” foram expostos pela primeira vez na mídia na quinta-feira em um apartamento modelo na sede das Olimpíadas de Tóquio 2020.

Leia também

As unidades de apartamentos, localizadas em Odaiba, serão vendidas após os jogos, com preços a partir de 50 milhões de ienes (aproximadamente R$1.850.000,00).

Camas de papelão “Eco” nas olimpíadas

cama olimpiadas
Camas de papelão serão recicladas após as Olimpíadas

Além das camas de papelão, as medalhas olímpicas de Tóquio também foram fabricadas inteiramente com dispositivos reciclados.

Outro objeto tradicional,  a tocha olímpica é feita com resíduos de alumínio e os pódios de resíduos domésticos e plásticos marinhos reciclados.

Até a eletricidade usada durante o evento será proveniente de fontes renováveis.

As Olimpíadas de Tóquio ocorrem entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020 e as Paraolimpíadas de 25 de agosto a 6 de setembro.

cama olimpíadas

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link