Caviar de wasabi da Tamaruya faz sucesso no Japão

A empresa Tamaruya de Shizuoka vende caviar feito com wasabi fresco em um produto batizado de wasabi beads. Saiba mais.

Tamaruya

Tamaruya tem tradição no Japão com fabricação de wasabi desde 1875. Após anos no mercado passou a vender diversos produtos, desde furikake a molhos de salada.

O wasabi usado é fresco (verdadeiro) de Shizuoka e o local é conhecido por ter sido o berço do condimento.

A cultivação começou a ser feita na vila Utogi em Suruga entre 1596 a 1615, segundo informações do site oficial da empresa. Eles pegaram wasabi que crescia da montanha e cultivaram perto do rio para consumir.

Caviar de wasabi

Pote de pérolas de wasabi

As pequenas bolinhas verdes são vendidas a 594 ienes e o potinho tem 23 gramas. O caviar de wasabi é versátil e pode ser acrescentado em sushis, saladas e outras preparações, por exemplo, por cima de torradas.

Foi lançado ao final de 2018 em um sucesso absoluto. Logo sumiu das prateleiras das lojas que revendiam a novidade.

Além disso ficou esgotado por um tempo no site já que todo o lote disponível para vendas online acabou em dois minutos. Apesar de ter sido relacionado ao caviar, o wasabeads foi desenvolvido para ficar parecido com o ikura.

Leia também

Ikura são bolinhas alaranjadas de ovas de salmão com textura meio pegajosa, mas que explodem na boca. De sabor meio adocicado é ideal para colocar no sushi.

Elas são ideais para adicionar textura, sabor e aroma a diferentes pratos. Quem experimentou contou que as bolinhas têm uma leve ardência, mas nada insuportável. Igual ao ikura, o caviar de wasabi explode na boca ao mastigar.

Bolinhas de wasabi na colher

O wasabi beads é um produto perecível e deve ser mantido refrigerado (11 graus), por isso não está disponível para vendas fora do Japão, mas faz entregas diárias dentro do país.

Caviar de wasabi

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link