J-Beauty e K-Beauty: quais são as diferenças de cuidados com a pele?

Quando se trata de cuidados com a pele, as asiáticas são imbatíveis. E em termos de popularidade, com certeza K-beauty e J-beauty saem na frente. A variedade de produtos é tanta, que horas e horas de pesquisa são insuficientes para escolhermos um simples hidratante.

Embora saibamos que poucas pessoas realmente tem aquela pele perfeita que fazem parecer ter nos comerciais, que tudo se trata mais de truque e uso de modelos com pele naturalmente bonita, na qual a genética pesa mais que qualquer tratamento feito, ainda assim caímos na tentação de gastar rios de dinheiro com os produtos, não é mesmo?

Hoje já é sabido que usar esporadicamente um produto não faz muita diferença, mas seguir uma rotina de cuidados, apesar de não fazer milagres, faz sim uma senhora diferença.

Nesse quesito Japão e Coréia tem muito a nos ensinar.

E se a “limpeza dupla” (double-cleasing) foi introduzida por mulheres japonesas, a rotina de 10 etapas veio das coreanas. Embora obviamente haja semelhanças, estamos aqui para mostrar as principais diferenças entre as duas rotinas e dar uma espiada em alguns de seus infinitos produtos.

Objetivo de cuidados com a pele

Você já deve ter ouvido falar na enorme quantidade de produtos para branquear a pele que as asiáticas costumam usar, não é? Alvo de diversas polêmicas aqui no Ocidente, para elas isso parece ser o status quo, principalmente para as coreanas, cujo o objetivo parece ser ter uma pele clara, sem falhas, hidratada e com um brilho natural (a chamada glass skin).

Tony Moly Panda’s Dream White Magic Cream, 470 ienes

Para J-beauty, o objetivo é semelhante: ter pele clara é favorável. No entanto, há uma melhor adaptação aos diferentes tons de pele, concentrando-se mais em ter uma pele limpa e translúcida. O objetivo é alcançar o mochi-hada (pele mochi), o que significa ter uma pele macia, firme e uniforme, exatamente como a imagem transmitida pelo doce.

Ichigo Daifuku – um tipo de doce feito de mochi – Créditos da imagem: Gshow

Rotina de cuidados com a pele para os coreanos

Você deve estar ciente de que o K-beauty é bem conhecido por sua rotina extravagante de cuidados com a pele em 10 etapas (para alguns, isto sobe para 12, até 15 etapas!).

Essa rotina de 10 etapas consiste no seguinte:

– 1ª etapa – limpeza dupla
– 2ª etapa – tônico
– 3ª etapa – essência
– 4ª etapa – emulsão
– 5ª etapa – sérum/ampola
– 6ª etapa – sheet mask
– 7ª etapa – creme para a área dos olhos
– 8ª etapa – hidratante
– 9ª etapa – protetor solar (para o dia)
– 10ª etapa – máscara noturna

É importante observar que a hidratação é a etapa chave em toda a rotina. Os coreanos adoram hidratar a pele. A longa rotina também deixa espaço para experimentar novos produtos. Há lançamentos o tempo todo no mercado coreano!


Leia também


Rotina de cuidados com a pele para os japoneses

O Japão faz as coisas de maneira um pouco diferente dos coreanos. Quando se trata de cuidados com a pele, eles preferem uma abordagem mais “Marie Kondo”, o que significa manter as coisas mais simples e diretas. A rotina de cuidados com a pele é minimalista e consiste em 4 etapas:

– 1ª etapa – limpeza dupla
– 2ª etapa – loção hidratante (tônico sem álcool)
– 3ª etapa – sérum
– 4ª etapa – hidratante

E sheet mask de vez em quando.

Embora mais simples, essa rotina de cuidados com a pele afirma ainda ser capaz de fornecer resultados a longo prazo. É mais curto porque eles gostam de usar produtos multiuso e gostam de incorporar uma limpeza dupla (double-cleasing) à noite.

Bioré Makeup Remover Perfect Oil, 909 ienes

A ideia por trás da limpeza dupla é que não apenas evita quebrar a rotina por preguiça e limpar os poros entupidos, mas também ajuda a resolver problemas específicos da pele, como ressecamento.

Ingredientes e produtos para a pele

Nos produtos coreanos você encontrará ingredientes únicos e inesperados. Isso inclui mucina de caracol, própolis, ovas de salmão e até leite de asno (?)! Apesar de alguns ingredientes absurdos, muitos juram que pode transformar completamente sua pele.

PONGDANG DONKEY MILK ALL-IN-ONE CREAM, USD 28.64

Em termos de produtos, os coreanos são conhecidos por produzir algumas das melhores essências (algo entre o sérum e tônico), ampolas (uma versão mais concentrada do sérum) e, é claro, uma ampla gama de sheet masks.

It’s Skin Power 10 Formula Syn-Ake, 1,540 ienes

Os japoneses, por sua vez, preferem aderir ao que sabem funcionar melhor e optam por ingredientes mais tradicionais. Tais ingredientes tendem a ser naturais e de qualidade. Você verá muitos produtos a base de arroz, soja e chá verde.

Sana Nameraka Honpo Tounyuu Isofurabon Emulsion, 1,100 ienes

Normalmente os produtos tem menos aditivos químicos que os produtos coreanos. Quase sempre são livres de perfume e corantes.

Os japoneses possuem algumas da melhores loções hidratantes, óleos (que podem funcionar para limpeza e hidratação) e protetores solares avançados.

Finalmente, o que tirar disso tudo?

Para que escolher um único método de cuidados com a pele? Aqui estão duas maneiras de aproveitar o melhor dos dois mundos!

1. K-beauty e J-beauty compartilham da mesma prioridade: hidratação!

Seja um produto K-beauty ou J-beauty, ter um bom hidratante faz toda a diferença, não importa se sua pele é seca ou oleosa. Lembre-se: pele oleosa não é sinônimo de pele hidratada! Muitas vezes sua pele está/é oleosa porque está ressecada e, em resposta a essa falta de hidratação, a pele produz óleo em excesso. Portanto, vamos hidratar! Ainda mais agora que o inverno está chegando.

2. Sheet masks são muito populares e usadas tanto em K-beauty quanto em J-Beauty.

São tantas opções que você pode encontrar facilmente máscaras faciais que se adaptam tanto ao seu tipo de pele quanto ao objetivo específico. Hoje há inclusive opções de marcas nacionais como a Ruby Rose, que afirma importar suas máscaras da Coréia do Sul (este post NÃO é uma propaganda!).

Crédito da imagem

Sabemos que os produtos asiáticos custam muito caro no Brasil, mas se você conhece alguém que mora no Japão ou na Coréia do Sul, vale a pena pedir para eles (apesar de que no momento isso não é possível devido ao COVID-19), pois os produtos são de qualidade excepcional. Existe outras formas de adquirir os produtos, tipo via Ebay ou em perfis de Instagram, porém, este não é o objetivo do post. Mas fica a dica!

Fonte: SavvyTokyo
Imagem de capa

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link