Shibuya dará aos alunos do ensino fundamental um tablet Microsoft

Confira abaixo como o sistema escolar público de Shibuya, Tóquio, fornecerá para cada um de seus alunos do ensino fundamental (shougakkou e chuugakkou) um Microsoft Surface Go 2, um tablet de alta tecnologia.

Se você já viveu e trabalhou no Japão – especialmente como professor nas escolas japonesas -, talvez saiba que a imagem de alta tecnologia do Japão ainda é uma ilusão. Enquanto as empresas japonesas certamente estão na vanguarda da produção de tecnologia moderna para consumo individual, muitos escritórios ainda usam tecnologia antiga, como aparelhos de fax, e muitas escolas têm salas de aula terrivelmente desatualizadas. Por exemplo, algumas escolas ainda não têm ar condicionado em seus edifícios.

Mas as escolas em Tóquio estão lentamente se movendo em direção à modernização, como demonstra o sistema escolar público de Shibuya: acabou de ser anunciado que eles introduzirão o tablet Microsoft Surface Go 2 em todas as escolas públicas de ensino fundamental (shougakkou e chuugakkou) da região para ajudar os alunos com seus estudos.


Leia também


O Surface Go 2 foi escolhido como o tablet ideal para os alunos porque além de atender aos requisitos necessários para o novo Global Innovation and Gateway for All (GIGA) do Ministério da Educação, também tem o poder de operar ferramentas de ensino digitais. Ele também permite escrever na tela com caneta própria, possui câmeras de alta definição em ambos os lados e é mais adequado para o uso do pacote de programas escolares do GIGA.

Shibuya na vanguarda no uso de tablet pelas escolas

12.000 dos novos tablets – que vêm com seu próprio teclado – serão introduzidos nas 26 escolas públicas de ensino fundamental (shougakkou e chuugakkou) de Shibuya em setembro, apesar destes não serem os primeiros tablets que as escolas usam. Desde 2017, o distrito fornece aos professores e alunos tablets da Microsoft para ajudar nos estudos, embora nem todos possam usufruir da tecnologia atualmente. A introdução do Surface Go 2 é um passo adiante no sentido de que cada aluno obtenha seu próprio tablet para uso na sala de aula e leve para casa.

Além dos tablets Surface Go 2, cada série também terá canetas Microsoft Classroom. E todas as salas de aula serão abastecidas com o pacote educacional Microsoft 365 A5, que inclui o Office e vários outros programas voltados para uso em sala de aula.

Infelizmente não temos informações a respeito da existência de algum contrato entre a Microsoft e o Ministério da Educação japonês.

Mas há controvérsia

Embora para muitos seja um movimento positivo, uma vez que essas ferramentas podem diversificar os métodos de ensino e facilitar o gerenciamento de currículos, o movimento não ocorre sem controvérsia. Shibuya é uma área relativamente rica de Tóquio, e muitos internautas se perguntaram se a utilização dessa tecnologia somente em áreas que poderiam pagar faria com que as crianças fossem deixadas para trás em outras:

“Talvez áreas ricas nas grandes cidades possam fazer isso, mas para muitas áreas rurais esse tipo de coisa seria impossível de incorporar. As crianças terão uma vantagem ao crescer na cidade. As diferenças na educação só vão piorar. ”

“Acho bem vindo esse tipo de movimento, mas parece que aumentará a diferença entre áreas economicamente fortes e áreas fracas”.

“Pela minha experiência, o número de estudantes que podem realmente usar esse tipo de tecnologia como se pretende é de apenas uns 20%.”

“Quanta riqueza! Surpreendente.”

“Estou com inveja.”

Felizmente, com o tempo, e com o auxílio do Ministério da Educação japonês, talvez os tablets possam ser implementados em escolas de todo o país. Porque certamente todos os alunos merecem o mesmo nível de educação. E, à medida que as escolas se modernizam, talvez um dia possamos finalmente nos livrar das máquinas de fax também!

Vídeo promocional do Surface Go 2

Fonte: SoraNews24

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link