Crianças brasileiras nas escolas japonesas, como funciona?

As crianças brasileiras nas escolas japonesas é uma realidade que é enfrentada todos os dias por muitos pais.

Afinal de contas, o Japão recebeu uma leva de brasileiros descentes de japoneses nos últimos anos em busca de melhores oportunidades de trabalho.

Entretanto, existem muitas variações de escolas, uma criança brasileira no Japão pode tanto ir para uma escola japonesa como para uma escola que tenha somente brasileiros e onde vai aprender o conteúdo todo em português.

Porém, você sabe quais as dificuldades  que essas crianças brasileiras enfrentam? Conheça aqui um pouco dessa dura realidade.

Crianças brasileiras nas escolas japonesas e o processo de adaptação

Sendo assim, uma das questões é fato, assim como a troca para qualquer escola, as crianças brasileiras precisam se adaptar à escola japonesa.

E esse processo nem sempre é dos mais fáceis, ainda mais quando se trata de uma escola em outro país e com outro idioma.

Além disso, as crianças brasileiras ainda precisam enfrentar a realidade de serem estrangeiras e isso pode atrasar ainda mais a adaptação delas.

Entretanto, quanto mais cedo forem para a escola japonesa, será melhor para elas no caso de se optar por esse ensino. Assim, elas entrarão em contato com o idioma rapidamente, o que as ajudará em fazer novas amizades.

Mas, para os pais que pretendem voltar logo ao Brasil, há a opção de escolher uma escola particular brasileira. Porém, as crianças dificilmente aprenderão o idioma japonês.

Não existem escolas brasileiras?

Sim, existem escolas brasileiras no Japão para as crianças. Essa é uma maneira de que as crianças não se esqueçam do português e ao mesmo tempo tenham um conteúdo alinhado com o que é ensinado no Brasil.

Entretanto, essa é uma possibilidade para pais que pensam em retornar rapidamente para o país. Pois, se pensam em se estabelecer no Japão por um longo período, ou se nem ao menos pensam em voltar, a melhor opção é uma escola japonesa.

Outro empecilho para os pais é o valor das mensalidades das escolas brasileiras no Japão. Assim, se os pais vão ao país para tentarem ganhar dinheiro, as altas mensalidades acabam fazendo com que eles tenham de abrir mão de muitas coisas e, muitas vezes, sem ter a certeza de que o ensino é de qualidade.


Leia também:


Crianças brasileiras nas escolas japonesas sofrem preconceitos?

As crianças brasileiras não tendem a sofrer preconceitos. Porém, isso nem sempre é uma regra.

Nas cidades maiores, como Tóquio, que é cosmopolita, uma sala de aula pode ter crianças de vários locais do planeta.

E, como a educação japonesa é rígida e pautada no respeito, muitas vezes os brasileiros não sentem qualquer preconceito e acabam se adaptando com facilidade à escola.

O maior impasse mesmo, como dito anteriormente, é o processo de adaptação para que as crianças aprendam o idioma e se adaptem aos moldes da escola japonesa e suas exigências.

 

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link