3 serial killers japoneses e os crimes que cometeram

Sim, infelizmente, também existem serial killers japoneses. E não pense que por serem japoneses as mortes são em menor número ou menos cruéis.

Assim como um serial killer em qualquer canto do planeta, os japoneses também são capazes de atrocidades para espantar qualquer pessoa. É por conta disso que muitos deles se tornaram famosas e suas histórias são conhecidas pelos interessados neste tema.

Dessa maneira, veja neste artigo, 3 dos serial killers japoneses que mais chocaram a sociedade do país e seus crimes que nunca foram esquecidos.

Serial Killers japoneses: Tsutomu Miyazaki

Tsutomu Miyazaki protagonizou assassinatos que chocaram o Japão inteiro. Por conta deles, recebeu os apelidos de “o assassino de ninfas”; “o monstro de Saitama”; “Drácula” entre outros.

Assim, como é possível ver pelos nomes que recebeu, os seus alvos eram meninas. Sendo que a sua primeira vítima tinha apenas 4 anos.

O crime aconteceu em agosto de 1988, e a polícia não encontrou nenhum pista do paradeiro da criança. Dois meses depois ele voltou a atacar, dessa vez, uma menina de somente 7 anos.

Em janeiro de 1989, Tsutomu Miyazaki enviou para a família da primeira menina que assassinou seus ossos e fotos de seus dentes em uma caixa de papelão. Ainda no mesmo mês, também enviou os restos mortais para a família de sua segunda vítima.

Seus ataques não pararam por aí, em 1989 também executou uma menina de 5 anos e deixou partes de seus corpo em uma floresta em Saitama, que está aos redores de Tóquio.

Miyazaki só foi capturado quando atacou uma menina de 5 anos, mas acabou sendo abordado pelo avô da criança enquanto a estuprava com uma lente fotográfica de zoom em um parque. Saiu correndo, mas depois voltou para pegar o seu carro e foi preso.

Foi condenado à morte e executado em junho de 2008.


Leia também:


Seisaku Nakamura

Este serial killer atuava na região de Shizuoka e matou 9 pessoas, sendo boa parte adolescentes.

Ele abordava as pessoas e as executava com facadas. Assim, chegou até mesmo a matar famílias inteiras.

Entretanto, como os seus crimes ocorreram enquanto o Japão estava na II Guerra Mundial, muitos dados foram acobertados para não causar comoção nacional.

O que se sabe é que ele foi preso em outubro de 1942. Mas seu julgamento ocorreu muito rápido, sendo que foi executado logo em seguida.

Yoshio Kodaira

Este também é um serial killer do tempo de guerra no Japão. Sendo assim, também acabou sendo executado rapidamente.

Entre seus crimes estavam assassinatos e estupros.

Ele havia pertencido à marinha japonesa e em ação na China, além de executar muitos chineses, também estuprou muitas mulheres. Entretanto, não foi por conta desses crimes que acabou sendo preso.

Entre os assassinatos que cometeu, estava o de seu próprio sogro e adolescentes. Além disso, estuprou mais outras 30 mulheres.

Foi preso em 1946, condenado a morte em 1948 e executado no ano de 1949.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link