Inflamação no coração atinge pessoas que tomaram vacina no Japão

O ministério da saúde do Japão afirma que sete pessoas desenvolveram inflamação cardíaca após receberem a vacina contra o coronavírus. A vacina que está sendo aplicada no país é produzida pela Pfizer.

Autoridades dizem que cerca de 9,76 milhões de pessoas no Japão receberam a vacina Pfizer até o final de maio. O número deve avançar nos próximos meses, ainda mais que há a previsão da realização dos jogos Olímpicos no país.

A vacina no Japão e os efeitos colaterais

De acordo com o ministério da Saúde do Japão, as pessoas que tiveram esse efeito colateral somaram um total de sete. Além disso, informaram que estão na faixa de 20 a 69 anos e desenvolveram miocardite ou pericardite.

Seis dessas pessoas eram homens e apresentaram sintomas após receber a segunda dose.


Leia também:


Outros países com o mesmo efeito colateral

Houve relatos nos Estados Unidos de inflamação do coração em pessoas que receberam a vacina Pfizer ou Moderna, que usa RNA mensageiro.

A maioria desses casos foi observada em homens jovens e após sua segunda inoculação.

O ministério da saúde do Japão diz que nenhuma preocupação séria de segurança foi confirmada para afetar o programa de vacinação. As autoridades dizem que continuarão a coletar dados tanto no Japão, como também no exterior.

Também houve relatos do mesmo efeito colateral em Israel. Em um relatório apresentado hoje ao Ministério da Saúde de Israel, eles concluem que entre um em 3.000 e um em 6.000 homens com idades entre 16 e 24 anos que receberam a vacina desenvolveram a doença rara.

Mas a maioria dos casos foi leve e resolvida em poucas semanas. No caso do país, trata-se de um caso típico de miocardite.

As autoridades internacionais

As autoridades de saúde dos EUA estão investigando o que parece ser mais relatos do que o esperado de inflamação do coração em adolescentes e adultos jovens do sexo masculino após receberem uma segunda dose das vacinas Pfizer e Moderna.

Para as autoridades, não está claro se a inflamação do coração é causada pelas injeções e os relatos ainda são raros, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

De acordo com o relatado pelo canal de notícias Fox 8, em 31 de maio, já eram 275 relatórios preliminares de tal inflamação em jovens de 16 a 24 anos.

Os casos parecem ocorrer com mais frequência em homens e em pessoas mais jovens, e a maioria, nos EUA, já se recuperou totalmente.

De acordo com o site Sciencemag, as autoridades de saúde israelenses sinalizaram o problema pela primeira vez em abril, quando relataram mais de 60 casos, principalmente em homens jovens que haviam recebido sua segunda dose da vacina alguns dias antes.

Funcionários da Agência Europeia de Medicamentos disseram em 28 de maio que receberam 107 notificações de miocardite após a vacina Pfizer-BioNTech, ou cerca de uma em 175.000 doses administradas. Mas, relativamente poucas pessoas com menos de 30 anos foram vacinadas na Europa.

Fontes: NHK, FOX 8 e  ScienceMag.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link