Ibaraki lança aviso contra nova tática ousada do ore ore sagi

Já falamos por aqui do golpe ore ore Sagi (sou eu, sou eu) em que idosos são o principal alvo dos criminosos. Através de um telefone alguém tentará se passar por um parente que precisa de ajuda financeira.

Nova tática ore ore sagi

Desenho de idosa falando com golpista no telefone

Agora, golpistas de Ibaraki mudaram suas táticas de ore ore sagi para enganar as vítimas. A nova abordagem já foi colocada em prática nos últimos meses.

Uma mulher de 85 anos moradora de Tsukuba atendeu a campainha de sua casa no dia 19 de setembro ao final da tarde.

Policial

Na porta estava um homem que dizia ser policial a paisana. Ele falou que estava fazendo uma ronda e procurando um potencial suspeito que praticava o golpe ore ore sagi na vizinhança.

Contato

Então, deu seu cartão com um número de telefone e disse que era para a idosa ligar caso recebesse uma ligação suspeita.

No dia seguinte, a mulher recebeu um telefonema de um homem que dizia ser seu parente, mas estava em apuros, pois tinha engravidado sua amante e precisava de uma quantia de dinheiro emprestada.

Suspeitando do homem, ela desligou o telefone e ligou para o número do cartão que pensava ser do policial.

Consultor anti-fraude

Além disso, pensava estar falando com um consultor especializado nesse tipo de crime. Recebeu instruções para continuar falando com o homem e fazer o que ele pedia para que a polícia pudesse rastrear a ligação.

Assim ela prosseguiu. Mandou 2.5 milhões de ienes para uma conta em Tokyo pensando que estava ajudando a prender a pessoa.

Depois, a idosa ainda recebeu outro telefonema do golpista que dizia ser policial. Ele falou que eles precisavam de mais dinheiro para continuar com as investigações.

Ela fez mais dois depósitos em um total de mais 2 milhões de ienes em dinheiro e ainda enviou mais dois cartões de banco pensando que estava falando com autoridades japonesas.

Leia também

Sou eu! Sou eu! Golpe do telefone no Japão ainda faz muitas vítimas

Conheça golpes no Japão mais usados contra turistas e estrangeiros 

Arque: cauda robótica auxiliará idosos japoneses no dia a dia

Ao final das contas foram 28 milhões de ienes tirados da idosa através de seus cartões. Ao todo o prejuízo foi de 32.5 milhões de ienes.

No dia 30 de novembro a linha foi cancelada. A idosa perdeu o contato e se deu conta que tinha caído no golpe. Então, foi até um posto policial fazer a denúncia, segundo informações do Asahi Shimbun.

Desde então, as autoridades de Ibaraki estão emitindo avisos para alertar os idosos sobre a nova tática do ore ore sagi.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Idosa japonesa atendendo telefone
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link