Sou eu! Sou eu! Golpe do telefone no Japão ainda faz muitas vítimas

O golpe de telefone no Japão é uma fraude comum e apresentou crescimento em 2018 com quase 10.000 casos (9,134) e prejuízo de 35 bilhões de ienes, segundo dados da agência nacional da polícia.

Como funciona

Ilustração senhora atendendo telefone

Uma pessoa liga e diz: Sou eu! Sou eu! (ore! ore!) Do outro lado da linha alguém com 65 anos ou mais (75%) atende e logo presume ser o filho ou neto.

Os golpistas apelam para o emocional e dizem estar em situação emergencial. A vítima fica em choque ou pânico e é pressionada a ajudar com um pagamento em dinheiro.

Das 9.134 vítimas, 334 revelaram ter conhecimento desse tipo de golpe e 60% afirmou que não achavam que cairiam nessa fraude.

Além disso, 90% afirmou que a voz do outro lado da linha era muito parecida com a de seu parente.

Os motivos da situação emergencial variam, algumas vezes usam um acidente de trânsito ou de trabalho. Algo que explicaria o uso imediato do dinheiro.

Leia também

Saiba quais são as piores furadas disfarçadas de “oportunidades” para estrangeiros no Japão 

Conheça golpes no Japão mais usados contra turistas e estrangeiros 

O escândalo do casamento imperial japonês de 2003 

Segundo o Japan Times em uma reportagem de 2019, policiais tailandeses prenderam e deportaram 15 japoneses que aplicavam golpes por telefone a idosos no Japão.

Eles induziam a pessoa a comprar dinheiro eletrônico. Segundo depoimento, faziam centenas de ligações até achar uma pessoa suscetível a cair no golpe.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Golpe do telefone no Japão
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link