Japão registra menor número de nascimentos da história

O número estimado de bebês nascidos no Japão este ano caiu para o menor valor desde que dados comparáveis ​​foram disponibilizados em 1899, mostraram dados do governo na sexta-feira.

O número do ano é estimado em 921.000, queda de 25.000 em relação ao ano anterior, ficando abaixo da marca de 1 milhão pelo terceiro ano consecutivo, de acordo com o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.

As mortes durante o ano totalizaram 1,37 milhões, um recorde no pós-guerra, e o resultante declínio da população natural de 448.000 foi o maior de todos os tempos.

Leia também

Descubra os nomes japoneses de bebê mais populares de 2019

Menor bebê do mundo vai para casa no Japão

Nakizumo: festival em que lutadores de sumô fazem bebês chorar

Os dados mostram que o ritmo do declínio da população está aumentando em meio à queda da taxa de natalidade, sugerindo que é cada vez mais difícil para o governo atingir seu objetivo de aumentar a taxa de fertilidade total para 1,8% até o final do ano fiscal de 2025.

A taxa total de fertilidade é uma medida do número médio de filhos nascidos por mulher em idade reprodutiva, ajustado para o perfil etário da população feminina e as taxas de fertilidade específicas à idade. Esteve em 1,43% em 2017 e 1,44% em 2016.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link