Shisa: conheça o leão guardião de Okinawa que está por todos os lados

É impossível andar e não notar a imponente presença do leão Shisa do antigo Reino Ryukyu em Okinawa. O guardião também é visto em outras regiões do Japão, mas em menor quantidade e frequência.

Shisa chegou ao Reino das Léquias pela China em algum momento durante o século XV, mas toda a cultura, histórias e mitos no Japão nasceram e se desenvolveram em Okinawa.

Portanto, há uma cisão entre a história e mitos do leão guardião chinês para o japonês. Confira a lenda principal da chegada do leão a Okinawa.

Shisa

Estátua de Shisa

De acordo com uma das muitas lendas e folclores sobre Shisa, a pequena vila de Madanbachi localizada na baía de Naha era aterrorizada por um dragão marinho.

Antes de um emissário chinês presentear um monarca no castelo de Shuri com um colar com a imagem de Shisa, a pequena vila desfrutava de uma vila tranquila.

Mas depois desse presente um dragão marinho atacava Madanbachi com frequência. Em uma visita do rei ao pequeno vilarejo, houve mais um.

Aterrorizados, os moradores fugiram. Uma sacerdotisa Noro havia sonhado na noite anterior que o rei derrotava o dragão. Ela enviou um garoto para contar ao rei sua visão. Ao ouvir a notícia do pequeno, ele foi enfrentar o dragão do mar.

Ao levantar seu colar (em algumas versões é uma estátua) e mostrar a figura de Shisa, um poderoso rugido soou por Madanbachi e uma pedra gigante caiu do céu em seu rabo.

Preso e ferido, ele morreu e seu corpo foi coberto por árvores e plantas tornando-se o bosque Gana-mui. Apesar das variações, ao final os moradores locais construíram uma estátua de Shisa para proteção.

Leia também

Casal

Estátua casal Shisa

Normalmente as estátuas de Shisa são vistas em par. A maior parte acredita que o leão de boca aberta é o macho e a fêmea é representada com a boca fechada.

A função do macho é afastar os espíritos malignos das casas, comércios, hospitais, escolas e quaisquer lugares que forem colocados.

Já a fêmea mantém a alegria, a harmonia e mantem o fluxo de boas energias. No entanto, também é possível encontrar guardiões separados, algo mais incomum.

Além da proteção espiritual, Shisa também é o guardião do fogo. A tradição de Okinawa diz que o guardião combate o fogo e queimadas.

Shisa
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link