Aprenda japonês: 5 erros que os iniciantes costumam cometer

Cometer erros quando você inicia o aprendizado de um novo idioma é comum, e no caso do nihongo não é diferente. Neste artigo mostraremos 5 erros que os iniciantes em japonês costumam cometer:

1 – Falando “EU”

Esse erro eu me lembro de ter cometido quando comecei a aprender japonês. Fui morar no Japão pela primeira vez aos 7 anos de idade, meus pais me colocaram em uma escola 100% japonesa e eu não falava nada do idioma.

Em uma roda com as amigas, usei BOKU para me referir à mim mesma. Na hora em que falei elas começaram a balançar a cabeça, a sacudir os braços e dizer um monte de coisas que não entendi.

Chegando em casa fui perguntar para o meu pai: Por que elas fizeram isso quando eu disse BOKU?

Foi quando descobri que essa é uma palavra do sexo masculino, usada por meninos e homens para dizer EU.

Ok, e como eu tenho que falar então? Meninas dizem WATASHI.

E foi assim que aprendi que existe o vocabulário de meninas e o vocabulário de meninos.

Homens também podem usar watashi, mas depende do ambiente e com quem estão interagindo. Os jovens geralmente usam boku em situações formais.

Outra forma masculina de dizer eu é ORE, quando estão em ambiente descontraído e com amigos.

Algumas meninas, em vez de watashi, dizem UCHI ou usam o próprio nome para referir-se a si mesma. Por exemplo, se eu sou a Taina e quero dizer EU GOSTO DE SUSHI,

Em vez de:
Watashi Wa Sushi ga Suki Desu
Eu gosto de sushi

Eu diria:
Taina Wa Sushi Ga Suki Desu
A Taina gosta de sushi

Porém, essa forma soa infantil e não é bem visto uma mulher adulta falar assim.

2 – Conjugando o passado dos adjetivos

Uma grande diferença entre o japonês e o português é a flexão dos adjetivos: presente, presente-negativo, passado, passado- negativo… Além disso, a flexão muda dependendo do tipo de adjetivo, se é adjetivo i ou adjetivo na.

A flexão equivocada do passado do adjetivo i é um erro comum inclusive entre aqueles que não são iniciantes na língua japonesa.

Por exemplo: Estava frio.

É comum escutar
さむい でした。
SAMUI DESHITA.

Aqui está o erro:
SAMUI é adjetivo i, flexiona-se retirando o i e adicionando かった(KATTA).

O correto é
さむかったです。
SAMUKATTA desu.
Estava frio.

NIHONGO
Crédito: Coisas do Japão

Vale a pena dar uma atenção especial para os adjetivos pois não são complicados; com um pouco de prática, flexioná-los de forma correta se tornará natural.

Minha sugestão é praticar analisando e descrevendo como foi seu dia ou como foi alguma experiência que teve no dia (A comida estava salgada, o filme foi mais ou menos…etc)

3 – DAKARA e KARA (だから・から)

DAKARA e KARA para dizer que PORTANTO, SENDO ASSIM…

Outro dos 5 erros dos iniciantes ao aprender o japonês é usar DAKARA após adjetivos i e verbos. Veja as sentenças:

さむいだから いきません。
SAMUI dakara ikimasen.
Está frio, portanto, não irei.

O correto seria:
さむいから いきません。
Samui KARA ikimasen.

O DAKARA segue apenas substantivos e adjetivos NA.

ともだち だから いっしょに いきます。
Tomodachi dakara issho ni ikimasu.
Somos amigos portanto vamos juntos.

4 – KAWAII e KAWAISOO (かわいい・かわいそう)

Esse é um outro equívoco que eu mesma lembro de ter cometido lá nos meus 7 anos de idade.

Usa-se um adjetivo + SOO para dizer que algo PARECE SER.

おいしい
Oishii
Saboroso

おいしそう
Oishisoo
Parece saboroso

Mas uma exceção é o かわいい(KAWAII / Fofo)

Não existe `Parece fofo´, pois a palavra kawaisoo em si significa coitado.

Aliás, não faz muito sentido falar que algo que estamos olhando parece ser algo né? Porque se está bem na nossa frente, estamos vendo que é fofo, não tem por que dizer que parece fofo.

Leia também

5 – BIRU e BIIRU (ビル・ビール)

aprenda japones
Crédito: Coisas do Japão

As duas palavras são do inglês: BIRU é prédio, de BUILDING. E BIIRU é cerveja, de BEER.

O tracinho que prolonga o som da vogal faz a grande diferença, usá-lo / pronunciá-lo ou não muda completamente o sentido da palavra.

Lembre-se disso se um dia alguém te olhar de uma forma estranha quando você disser que gostaria de tomar um prédio bem gelado!

Para dizer:
ビール
BIIRU / cerveja
Certifique- se de prolongar o som da vogal.

 

Qual ou quais erros você já cometeu em japonês e por conta disso nunca mais esqueceu determinada palavra ou expressão?

Conte-nos nos comentários, pois pode ajudar outros colegas que estão aprendendo japonês!

SOBRE A AUTORA 
TAINA ONUKI
Filha de mãe brasileira e pai japonês, morou no Japão durante 6 anos. Graduada em pedagogia, hoje mora em São Paulo onde dá aulas de Japonês na maior escola de língua japonesa da América Latina.
aprenda japones
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link