Estrangeiros podem alugar carro e dirigir no Japão?

Já respondendo a pergunta do título: depende. Os estrangeiros têm limitações em dirigir no Japão, no entanto, nada impossível de resolver já que o país aceita a IDP (International Driving Permit) pela convenção de Genebra de 49.

No entanto, os brasileiros são impedidos de dirigir no Japão em sua viagem de turismo. O Brasil não faz parte da convenção de Genebra, mas sim da convenção de Viena de 68 que usa a PID (Permissão Internacional Para Dirigir).

Nesse último caso é permitido dirigir em uma lista extensa de mais de 100 países, mas o Japão não faz parte.

Portanto, as únicas formas de conseguir dirigir no Japão é morando lá e tirar a habilitação japonesa ou ter dupla cidadania dos países que podem tirar a IDP, além da carta de habilitação (CNH brasileira não vale) . Vamos deixar a lista de países dessa convenção de Genebra ao final do texto.

No entanto, se atente, pois o único órgão oficial que emite a IDP é o do site abaixo:

https://internationaldrivingpermit.org/how-to-apply/

Dirigir no Japão

Carro em frente ao Monte Fuji

As ruas do Japão são conhecidas pelo asfalto liso e estradas ótimas. No entanto, as vias e leis de trânsito são bem diferentes do Brasil. Esse é o principal empecilho.

Homem dirigindo carro

Assim como acontece na Inglaterra, o banco do motorista fica ao lado direito e os carros devem circular pela esquerda.

Além disso, as leis de trânsito são bem rígidas quanto a limites de velocidade, com etiqueta para dirigir, entre outros.

Tem muito ciclista e os pedestres têm preferência. É preciso ficar atento para evitar uma estadia na prisão japonesa com fianças caríssimas.

A legislação japonesa age de forma diferente da brasileira e considera o infrator como culpado inicialmente.

As placas de rua seguem padrões internacionais e as das principais vias e estradas tem informações apenas em japonês e inglês.

A média de velocidade é de 80 a 100 km por hora em vias expressas, 40 km em áreas urbanas, 30 km em ruas e 50 a 60 km em outros locais.

Meios alternativos

No país não é comum tirar habilitação de motorista como acontece por aqui. Com um sistema de transporte público eficiente (ônibus, metrô, trem e shinkansen), muitos preferem se locomover a pé ou de bicicleta. Portanto, se morar no Japão cogite usar esses meios para ir de um local a outro.

Carro em área rural do Japão

Comprar um carro é caro para a maioria das pessoas e os que têm um geralmente residem em áreas do interior onde o acesso a ônibus, metrô e trem não é tão fácil.

Além disso, o shaken (inspeção compulsória) é bem chatinho. Por isso, muitos japoneses preferem alugar carro quando precisam. A idade mínima para tirar a licença é 18 anos no Japão.

Leia também

Licença japonesa

Portanto, se for morar no Japão por mais de um ano, o recomendado é tirar a licença japonesa. Será preciso fazer exames e provas escritas (sim, no plural). O processo leva meses, todos os exames são pagos por quem quiser tirar a habilitação e não existe atalhos.

Facilidades

No Japão, existe um acordo bilateral para permitir que certos países tirem a licença com mais facilidade no Japão (sem fazer provas e exames), mas o Brasil não faz parte, infelizmente. No entanto, se você tiver dupla cidadania e habilitação desses países pode ser que consiga.

Os países que podem tirar a licença mais fácil são Áustria, Austrália, Bélgica, Canadá, República Tcheca, Dinamarca, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Eslovênia, Irlanda, Islândia, Itália, França, Alemanha, Grécia, Coreia do Sul, Holanda, Suíça, Suécia, Taiwan, Inglaterra e estados americanos Maryland e Washington.

Além disso, existem países que não fizeram o acordo, mas conseguem dirigir por lá com um acordo separado bilateral sem tirar a IDP. São eles Bélgica, Estônia, França, Alemanha, Mônaco, Eslovênia, Suíça e Taiwan.

Nesses últimos casos, a licença é apenas traduzida para o japonês e pode ser obtida no Japan Automobile Federation (JAF), na embaixada do país de origem e no consulado do Japão.

IDP

Confira a lista de países que fazem parte da convenção de Genebra e podem dirigir no Japão. Geralmente o IDP pode ser solicitado online, no país de origem, é preciso já ter carta de habilitação nesses países e estar tudo em ordem.

  • Albânia;
  • Argélia;
  • Argentina;
  • Austrália;
  • Áustria;
  • Bangladesh;
  • Barbados;
  • Bélgica;
  • Benin;
  • Bostwana;
  • Bulgária;
  • Burkina Faso;
  • Camboja;
  • Canadá;
  • República Centro-Africana;
  • Chile;
  • Congo;
  • Costa do Marfim;
  • Cuba;
  • Cyprus;
  • República Tcheca;
  • República Democrática do Congo;
  • Dinamarca;
  • República Dominicana;
  • Equador;
  • Egito;
  • Fiji;
  • Finlândia;
  • França;
  • Geórgia;
  • Haiti;
  • Santa Sé;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Índia;
  • Irlanda;
  • Israel;
  • Ítália;
  • Jamaica;
  • Japão;
  • Jordânia;
  • Quirguistão;
  • Laos;
  • Líbano;
  • Lesoto;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Madagascar;
  • Malawi;
  • Malásia;
  • Mali;
  • Malta;
  • Mônaco;
  • Montenegro;
  • Marrocos;
  • Namíbia;
  • Nova Zelândia;
  • Noruega;
  • Níger;
  • Nigéria;
  • Holanda;
  • Papua Nova Guiné;
  • Paraguai;
  • Peru;
  • Filipinas;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • Coreia do Sul;
  • Romênia;
  • Federação Russa;
  • Ruanda;
  • San Marino;
  • Senegal;
  • Sérvia;
  • Serra Leoa;
  • Singapura;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • África do Sul;
  • Espanha;
  • Siri Lanka;
  • Suécia;
  • Suíça;
  • Síria;
  • Tailândia;
  • Togo;
  • Trindade e Tobago;
  • Tunísia;
  • Uganda;
  • Emirados Árabes;
  • Inglaterra e Irlanda do Norte;
  • Estados Unidos;
  • Venezuela;
  • Vietnã;
  • Zimbáue.

Se ficar com alguma dúvida, recomendamos consultar as embaixadas e consulados dos países e conferir todos os requerimentos necessários, pois cada país tem suas particularidades e exigências.

Estrangeiros podem dirigir no Japão?
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link