Político japonês Taro Aso disse que Olimpíadas carregam maldição

Taro Aso é vice primeiro-ministro e ministro das finanças, mas também é conhecido por suas declarações duvidosas e gafes no Japão. Devido a pandemia do coronavírus, especulações surgiram quanto ao cancelamento das Olimpíadas de Tokyo 2020.

Mulher com máscara no Japão

Segundo reportagem do The Guardian, ele afirmou ao comitê que as Olimpíadas carregam uma maldição. Segundo Aso, a cada 40 anos acontece alguma coisa no mundo que acaba arruinando o evento esportivo.

Maldição das Olimpíadas?

O Japão planejava sediar os jogos olímpicos de inverno e verão em 1940, mas foi arruinada pela segunda guerra mundial. Os eventos tiveram que ser cancelados.

40 anos depois países como Estados Unidos, China e Japão boicotaram as Olimpíadas de Moscou em protesto a invasão soviética ao Afeganistão. Em 2020 outro ciclo de 40 anos se completa.

“É um problema que ocorre a cada 40 anos – é a maldição das Olimpíadas e isso é um fato”

Segundo declarações dos oficiais japoneses e o comitê, o evento esportivo acontecerá no Japão como previsto. No entanto, a especulação continua com críticas a decisão.

Kaori Yamaguchi um judoca medalhista que ganhou bronze nas Olimpíadas de 1988 e faz parte do Comitê Olímpico do Japão pediu que os jogos fossem cancelados.

Afinal, os atletas não estão conseguindo se preparar adequadamente devido a pandemia de coronavírus, segundo declarou ao Nikkei.

“Até onde eu sei, atletas dos Estados Unidos e Europa estão impedidos de treinar normalmente e terminar os jogos classificatórios”

Kentaro Itawa, um infectologista especialista que inspecionou o navio Diamond Princess também disse que o evento deveria ser cancelado.

Declarações polêmicas

Quanto a fala de Taro Aso, ele é conhecido por fazer declarações polêmicas e discutíveis. É dele o comentário de que a culpa pelo declínio populacional seja das mulheres sem filhos no Japão. De tempos em tempos, aparece nos jornais por conta de seus comentários desmedidos.

Leia também

Comentários

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link