Tampopo: um filme para quem gosta de lámen e do Japão

Quem gosta da culinária japonesa, certamente já escutou ao menos falar em lámen. Entretanto, poucos conhecem um dos melhores filmes que contam a história desse macarrão japonês, o Tampopo: os brutos também comem spaghetti.

O filme se passa em torno da história de um restaurante que precisa ser salvo da falência. Ao mesmo tempo, apresenta uma série de curiosidades tanto sobre a cultura japonesa, como a própria história do lámen.

Neste artigo, vamos te mostrar um pouco da história do filme ser dar spoilers. Ele é muito engraçado e cheio de cultura, vale a pena ser assistido.

Sobre os filme Tampopo: os brutos também comem spaghetti

Este filem foi lançado originalmente no ano de 1985, mas não se engane, não é porque ele é mais antigo que não merece ser visto. Ao contrário, ele se tornou um verdadeiro clássico do cinema japonês.

A direção é de Juzo Itami, que tem mais outros 10 filmes que realizou como diretor. Além disso, atuou em mais de uma dezena de outros filmes.

Além disso, a história consegue misturar tanto drama com comédia. Assim, com certeza você dará ótimas risadas ao mesmo tempo em que se envolve com o enredo.

O filme é apreciado por qualquer amante de cinema. Mas também é um dos favoritos de quem quer estudar sobre comida japonesa.

Talvez você esteja se perguntando como assistir a esse filme, já que ele é antigo. Para quem quiser, é possível ver alguns trechos que estão disponibilizados no YouTube. Mas, para assistir inteiro, é preciso comprá-lo ou assistir nos festivais de cinema.

Por ser um filme muito renomado, de tempos em tempos ele está em festivais de cinema que acontecem nas principais cidades do Brasil.


Leia também:


Enredo do filme Tampopo: os brutos também comem spaghetti

Caso você não goste de nenhum spoiler, é melhor não ler esse trecho. Entretanto, aqui apresenta-se somente qual é o ponta pé inicial da história desse filme, sem mostrar nada sobre o seu desenvolvimento.

O filme tem como plano de fundo um restaurante de uma viúva. Apesar da cozinheira querer que o restaurante dê certo, ele não dá e não oferece boa comida. Entretanto, tudo muda quando algumas pessoas que passam pelo seu restaurante resolve ajudá-la a ter sucesso.

Assim, começa a batalha dessa mulher em busca de aprendizado. Não imagine que será fácil. E, é no decorrer de todo o seu caminho que são apresentados personagens que fazem parte da cultura japonesa e que muitas vezes passam desapercebidos para um simples turística que passa pelo país.

Curiosidades do filme

O nome do restaurante em que se passa o filme é Rai Rai Ken. O primeiro restaurante de lámen em Nova Iorque recebeu esse nome em homenagem ao filme.

No decurso do filme são feitas referências a outros atores e filmes, entre eles, é feita homenagem a Charles Chaplin em uma cena.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link