Crimes no Japão: filha deixa a mãe no congelador por 10 anos

Os crimes no Japão não costumam a ser muito noticiados. Afinal de contas, não acontece sempre um crime grave no país que acaba causando tanto comoção nacional como internacional.

Mas, recentemente, um deles chocou os japoneses e o mundo. Uma mulher deixou a sua mãe no congelador por 10 anos. O que surpreendeu mais aos japoneses foi a capacidade da mulher em congelar a própria mãe.

O crime está em ocultar um corpo, pois, segundo laudo da polícia, a filha não teria matado a mãe. Não foram encontrados indícios de espancamento, por exemplo, na mulher.

Saiba aqui um pouco mais aqui sobre esse bizarro acontecimento e como a mulher foi descoberta.

Como aconteceu?

Yumi Yoshino era uma mulher como qualquer outra. Entretanto, aos seus 48 anos, foi descoberto que ela manteve o corpo de sua mãe congelado em um refrigerador por 10 anos.

Ou seja, há 10 anos ela convive no apartamento com o corpo de sua mãe congelada. No mínimo assustador para muitas pessoas…

Yoshino resolveu congelar sua mãe com medo de que se alguém soubesse que ela tivesse morrido, teria de sair do apartamento. Segundo ela, poderia ser expulsa porque o aluguel estava no nome de sua mãe. Assim, há 10 anos, ela resolveu esconder o corpo no congelador.

Como a mulher foi descoberta?

O corpo só foi encontrado porque Yoshino teve de sair do apartamento por não conseguir pagar o aluguel. Quando o pessoal da faxina chegou no apartamento, uma das funcionárias responsáveis pela higienização do local encontrou o corpo da mulher. Aparentemente, segundo a polícia japonesa, não houve agressão contra ela.

Para conseguir que o corpo entrasse no congelador, o corpo precisou ser dobrado.

Na necropsia também não foi possível identificar qual foi o motivo da morte. Uma das únicas coisas que pode ser determinada é que a mulher, provavelmente, teria 60 anos quando veio a falecer.

Com a entrega do apartamento e a localização do corpo, a mulher começou a ser procurada pela polícia. Acabou sendo presa em um hotel na cidade de Chiba, perto de Tóquio, na sexta-feira dia 29 de janeiro.


Leia também:


Crimes no Japão?

Os crimes no Japão são muito diferentes do que um brasileiro, por exemplo, espera. Normalmente, entre os crimes mais comuns no país não estão assaltos e assassinatos em decorrências destes. Mas, sim, crimes passionais e violência contra a mulher e crianças.

Assim, esses crimes podem ter as mais diversas formas, como este caso em que essa mulher que ocultou o cadáver de sua mãe para que ela não “fosse embora” e para não correr o risco de ficar sem um lugar para morar.

Por mais que o país seja muito seguro, ainda há uma série de crimes que acontecem mais no âmbito privado. Como reduzir esse tipo de crime tem sido uma das maiores preocupações do governo japonês.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link