Vacinação contra o coronavírus para o público em geral no Japão deve começar em julho

Paciência é uma virtude, especialmente no Japão, onde manter a calma diante da adversidade é considerado uma parte necessária de ser adulto. Dito isso, muitas pessoas estão ficando muito ansiosas pela vacinação contra o coronavírus.

Prioridade dos idosos

Infelizmente, ainda haverá uma longa espera até que as vacinas se tornem amplamente disponíveis no Japão. Em uma entrevista coletiva na manhã de terça-feira, a Ministra da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, Norihisa Tamura, disse acreditar que as vacinações para a população em geral começarão, no mínimo, em meados de julho.

Como em muitos outros países, o Japão está abrindo a elegibilidade para vacinas para idosos. Talvez por causa da grande proporção de residentes idosos no Japão, o primeiro-ministro Yoshihide Suga espera que a vacinação desse grupo demográfico leve mais dois meses ou mais para terminar.

“Assim que terminarmos as vacinações para os idosos, passaremos para a próxima fase, então, naturalmente, podemos assumir que em meados de julho é possível que as vacinações para a população em geral, ou pessoas com problemas de saúde pré-existentes, comecem em algumas regiões. ”


Leia mais:


Dentistas poderão aplicar a vacina?

Com o aumento do número de infecções levando a novos estados de emergência declarados em Osaka e Tóquio, a perspectiva de mais três meses, se não mais, de espera obviamente não é o que a maioria das pessoas esperava.

Para agilizar o processo de vacinação, o Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência também aprovou uma iniciativa que permitiria aos dentistas com treinamento adequado administrar vacinas contra o coronavírus.

Isso também exigiria a aprovação de seu governo local e o consentimento do receptor, no entanto, e Tamura pediu aos municípios que criassem protocolos e procedimentos de vacinação que permitiriam ao público se submeter à inoculação de maneira calma e segura.

Os dentistas têm permissão para aplicar injeções no âmbito de tratamentos dentários. Porém, o governo considera lançar circunstâncias especiais para dar conta da falta de profissionais de saúde na vacinação.
A vacinação de idosos com 65 anos ou mais começou, mas deverá abranger mais pessoas em meados de maio, exigindo mais profissionais para atender a todos.
Consta, porém, que os dentistas só têm permissão de aplicar vacinas quando o município determina que não há médicos ou enfermeiras suficientes.

Fonte: soranews24.com

vacina coronavirus covid
Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link