Rámen de caranguejo ajuda sobreviventes do tsunami a manterem suas tradições

Um restaurante no nordeste do Japão possui um prato inigualável, um rámen de caranguejo com muito outros frutos do mar. O restaurante é administrado por uma família que sobreviveu ao grande terremoto e tsunami do leste do Japão em março de 2011. 

O espaço do restaurante não resistiu à destruição, mas sua alma sim. Assim, como um símbolo da sobrevivênvia ao tsunami, ele ganhou a atenção da mídia por continuar servindo um rámen repleto de frutos do mar locais, incluindo vieiras enormes, caranguejos peludos inteiros, camarões e mariscos .

Conheça o rámen de caranguejo

O macarrão ralo é feito no restaurante Enmantei, no distrito de Nobiru, na cidade de Higashimatsushima, na prefeitura de Miyagi. Ele combina bem com seu caldo de galinha enriquecido com tomate amanteigado de caranguejo.

Assim, seus pratos enchem o paladar com aromas do mar. Quando o cliente está prestes a terminar o caldo, a equipe do restaurante retira a carne do caranguejo e a coloca em uma vieira. Assim, há várias maneiras de saborear a carne de caranguejo, por exemplo, é possível despejar a sopa de ramen sobre ela ou peça uma tigela de arroz para fazer uma mistura com a carne de caranguejo ou uma sopa de arroz japonesa.

Atualmente, o prato atrai clientes de todo o Japão. Ele foi criado há cerca de 20 anos pelo proprietário Sonosuke Endo que pretendia fazer um rámen original que fosse exclusivo, sem que ninguém pudesse encontrar um igual em nenhum lugar.

Mas, o restaurante não vive apenas desse rámen. Ali também é ofertado um menu sazonal popular, incluindo um rámen de inverno coberto com enormes ostras e uma tigela de arroz com molho espesso de camarão mantis.


Leia também:


O tsunami e o restante que serve o rámen de caraguejo

Há dez anos, o restaurante que seriv como casa para a família proprietária, foi completamente alagado. Sonosuke e sua família escaparam da onda de carro. Aquele foi um momento de extrema tristeza e solidão para todo o Japão, e que quase fez Sonosuke desistir do negócio.

Porém, ele encontrou apoio emocional nos sorrisos de seus clientes. Sete meses após o desastre, a empresa foi reaberta em uma rua comercial temporária no bairro de Yamoto. Seus esforços para servir rámen de frutos do mar enquanto lutava para adquirir ingredientes ganharam atenção principalmente nas redes sociais de voluntários que ajudavam a área na época.

Seu rámen também chamou a atenção quando foi apresentado na TV. Dessa maneira, a família encontrou uma fonte de esperança nos clientes maravilhados com os pratos que apareciam na frente deles.

Após três anos, Sonosuke voltou ao distrito de Nobiru em 2014 e abriu a lanchonete atual em um armazém alugado. Trabalhadores da construção civil e da engenharia civil fazem fila nos dias de semana e os assentos ficam lotados de turistas nos fins de semana.

O proprietário pretende que o restaurante continue como uma tradição de sua família e se perpetue pelas próximas gerações.

Fonte: Mainichi.jp

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link