A solidão no Japão e como os idosos estão cada vez mais só

Em todo o Japão, não é incomum ver pessoas, apesar de já estarem em idade avançada, acordar e ir trabalhar todos os dias e se dedicar ao país da mesma forma que as gerações mais jovens o fazem. Entretanto, não seria o momento dessas pessoas terem uma vida tranquila e serem cuidados por seus filhos e netos?

O que as jovens gerações japonesas e os japoneses em geral, pensam sobre as relações familiares à medida que seus pais envelhecem? Existe um motivo para sua solidão?

Uma cultura que incentiva a independência e fortalece a solidão dos idosos no Japão

Os pais japoneses amam seus filhos ensinando-os a ser independentes e cuidando deles, permitindo que andem sozinhos pelas ruas. Assim, as crianças vão para a escola sozinhas. Obviamente que você pode estar pensando que isso é possível somente em um país seguro como o Japão. Entretanto, os pais também precisa ter um certo “desapego” já que pode acontecer um acidente com a criança, ou até mesmo ela se perder no meio do caminho.

Assim, devido ao estilo de vida independente desde a baixa idade, essas crianças também ficam mais solitárias ao chegarem na adolescência. A maioria dos meus amigos japoneses, apesar de ter apenas 17 ou 18 anos, tende a morar sozinha e trabalhar para se sustentar sem pedir dinheiro aos pais. Logo, a relação de dependência é cortada rapidamente.

Eles passam o dia se concentrando no trabalho e nas relações sociais do empresa, e passam a noite procurando um momento de diversão em um restaurante ou bar, mas quando passam o tempo com os pais?


Leia também:


Do lado dos pais, eles entendem o estresse e as preocupações na vida dos filhos e não querem fazer parte desse fardo. Afinal de contas, para eles, os filhos já possuem suas preocupações e não devem perder tempo com os pais.

Além disso, muitos idosos japoneses se dedicam ao trabalho mais do que apenas algumas vezes, eles têm energia e saúde suficientes para garantir uma vida por conta própria – uma vida da qual não precisam depender em ninguém, nem mesmo de seus filhos. Mas, obviamente, em algum momento alguma doença ou limitação pode vir a atingi-los.

A solidão no Japão e os idosos

Essa mentalidade de cada um cuidar de si é transmitida por gerações.  Esse estilo de vida está profundamente impresso em sua mente subconsciente, e cada um deles pensa nisso como algo óbvio.

Afinal, eu entendo que na sociedade japonesa é normal que os idosos trabalhem e se sustentem, especialmente no contexto em que trabalharam duro a vida toda e há uma séria escassez de mão de obra no Japão agora.

Mesmo assim, todos os filhos se tornarão pais e um dia envelhecerão. E, grande parte deles, terá de se contentar em viver a velhice sozinhos e sem ninguém para cuidar deles.

Fontes: Sora News e Waku

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link