Nacionalismo no Japão cresce e aumenta o racismo contra estrangeiros

O nacionalismo no Japão remonta aos tempos da II Guerra Mundial, quando o país mostrou ao mundo como o nacionalismo pode levar a sacrifícios e à obediência cega.

Assim, sempre que se fala sobre o crescimento do nacionalismo no país, já vem a memória de muitas pessoas os milhares de mortos na guerra, bem como a fé que muitas pessoas tinham de que o Japão realmente era o destinado a reinar sobre todos os outros países da Ásia.

Mas, hoje em dia o nacionalismo está crescendo novamente no Japão. E isso tornou-se um dos temas estudados por Ken Endo, Professor na Escola de Graduação em Políticas Públicas, da Universidade de Hokkaido. Assim ele apresenta como nacionalismo no país tem crescido colocando em risco a existência até mesmo de outros povos.

O nacionalismo no Japão e as pesquisas

De acordo com Ken Endo ,ao se pesquisar sobre o que políticos e especialistas autoproclamados, bem como “neto-uyo”, ativistas de direita online, estão escrevendo sobre os residentes japoneses de ascendência coreana, a ilha mais ao sul de Okinawa e o grupo étnico Ainu se vê como o racismo tem crescido no país juntamente com o nacionalismo. Há uma abundância de ódio que trata os outros como diferentes, impõe uma certa imagem a eles e, eventualmente, leva à sua exclusão.

Talvez o problema não pare por aí, porque o amor ao país pode desafiar a diversidade e ser excludente, mesmo quando não se envolve em atos tão horríveis.

Segundo Endo, em artigo publicado no jornal Mainichi.JP, há um anseio e uma rejeição do Japão pela China, por exemplo. E, de certa maneira, se produzem muitas pesquisas no país apenas para criticar e distanciar o Japão do que é a China. Porém, é preciso fazer isso com atenção, afinal de contas, os dois países possuem uma relação cultural que é milenar. Portanto, esse tipo de pesquisa revel até mesmo um certo nacionalismo contra os chineses.

Portanto, também vemos que não se trata somente de um nacionalismo que crescem entre as pessoas comuns. Mas, ele também está presente entre os próprios acadêmicos japoneses.

Um olhar crítico dos japoneses sobre essas atitudes é fundamental para que o nacionalismo e o racismo não cresçam no país.


Leia também:


Nacionalismo no Japão hoje

De acordo com o professor, não é que somente o nacionalismo seja ruim. Mas, isso acontece quando as pessoas começam a proclamar que todas tenham um mesmo comportamento e que sejam iguais. De maneira que aqueles que nem mesmo concordam com esse tipo de conduta, acabam reproduzindo-a e isso vai se naturalizando e se enraizando na sociedade. E, a partir de então, começam a se comportar de maneira preconceituosa em relação ao que é diferente.

Como afirma o pesquisador japonês, o nacionalismo é como um poço que nunca seca. Por conta disso, os japoneses, como os asiáticos de uma maneira geral, não podem perder a atenção sobre eles.

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link