Reabilitação no Japão: como são os tratamentos dos usuários de drogas e alcóolatras

A reabilitação no Japão também existe. Afinal de contas, as drogas e o álcool são um problema mundial e que podem trazer muitas consequências negativas para uma sociedade.

Vale ressaltar também que não se tratam nesses locais somente drogas ilegais, mas também o vício em drogas legais, como os antidepressivos e similares.

Dessa maneira, existem muitos centros no Japão e, a partir de um relato no fórum Reddit, trazemos algumas informações de como funcionam as reabilitações no Japão, principalmente em Tóquio.

Como é uma reabilitação no Japão?

Existem tanto os centros de reabilitação, como também programas feitos em hospitais credenciados pelo governo. Nesses hospitais as pessoas também ficam internadas. Assim, vamos destacar algumas das características do tratamento, como posto no fórum Reddit.

1) O tratamento leva de 2 a 3 meses no hospital e exige um grande comprometimento.

2) As primeiras 2 semanas são as mais difíceis, alguns hospitais removem todos os eletrônicos e não há direitos de visitação, alguns são mais flexíveis nisso, mas todos têm regras rígidas para as primeiras 2 semanas. Alguns até removem todos os cintos, cordões das calças e moletons etc.

3) A dieta é estritamente regulamentada e é considera bem sem sabor para muitas pessoas, outras dizem que é bem ruim.

4) A pressão arterial é medida várias vezes ao dia nas primeiras 2 semanas e depois diariamente.

5) Eles fornecem o mínimo necessário para se higienizar, bem com os itens essenciais diários.

6) Você deve falar japonês fluentemente e pelo menos ler um pouco.

7) Exame de sangue feito pelo menos uma vez por semana

8) Custará cerca de 250.000 ienes por mês, com tudo incluso. O valor é cerca de R$ 12.000,00.


Leia também:


O relato de alguém que passou por uma reabilitação no Japão

A partir do relato no fórum, conseguimos destacar algumas outras características da reabilitação no Japão. Por exemplo, a pessoa pode se auto internar caso sinta necessidade. Entretanto, ela precisa de um encaminhamento.

Em seguida, após o pedido ser aprovado, precisa somente esperar pela liberação de uma cama.

No relato o dormitório é de 4 quartos. Assim, nas primeiras 2 semanas do que nos outros, segue-se o procedimento de não receber visitas e nem mesmo ter acesso ao celular. Além disso, algumas áreas são proibidas nesse primeiro momento.

Após 2 semanas, você pode deixar o hospital se tiver um bom motivo (como ir a uma reunião os Alcóolatras Anônimos – AA) durante determinados horários.

Também existem palestras, aulas de alívio do estresse (arte, música, filmes etc.) que ajudam bastante. Somado a isso, também há a prescrição de medicação para que a pessoa consiga conter os seus impulsos e consegue se livrar quimicamente do seu vício.

Como era de se esperar, a maioria das pessoas que acabam internadas são japoneses. Entretanto, também é possível encontrar estrangeiros que acabam sendo internados para conseguir controlar os seus vícios.

 

Receba GRÁTIS notícias do Japão
Copy link